Paraíba lança edital para construção de resorts e perspectiva é que sejam movimentados R$ 355 milhões e 3.560 empregos criados

0
Área do Polo Turístico Cabo Branco destinada a construção de resorts na Paraíba - Foto: Divulgação

O governador da Paraíba, João Azevêdo lançou, nesta quarta-feira (5), no Centro de Convenções de João Pessoa, o edital de chamamento público para implantação do Polo Turístico Cabo Branco. A primeira etapa do maior Complexo Turístico planejado do Nordeste irá disponibilizar cinco lotes para instalação de hotéis e resorts, sendo três deles voltados à beira-mar, um para a área do rio e um em frente ao Centro de Convenções. A construção dos empreendimentos prevê a geração de 3.560 empregos diretos, indiretos e induzidos e uma movimentação financeira de R$ 355 milhões no Estado

Na ocasião, o gestor também assinou a autorização de licitação para a construção do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, que representa um investimento superior a R$ 1,7 milhão – oriundo do tesouro estadual – e anunciou a possibilidade de implantar o Batalhão de Apoio ao Turista no mesmo prédio. O evento foi prestigiado por deputados estaduais, auxiliares do Governo da Paraíba e representantes do Ministério Público Estadual, do Banco do Nordeste, do Sebrae, do Sinduscon, da Fecomércio e da CNI.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual destacou que o Polo Turístico Cabo Branco é dotado de toda a infraestrutura para instalação dos resorts e tem como base a sustentabilidade ambiental. “Eu não tenho dúvida nenhuma de que esse empreendimento será um sucesso porque a Paraíba tem mostrado ao Brasil a capacidade de fazer gestão pública com eficiência, desenvolvimento, resultados e inclusão social. A nossa expectativa é de que, vencidas todas as etapas do edital, as construções já comecem em 2020 e sejam concluídas entre 12 e 18 meses”, sustentou.

Ele também ressaltou que o Governo do Estado celebra hoje a consolidação de um projeto que estava travado há mais de 30 anos. “Esse é um momento que coroa todo o esforço feito pela gestão estadual ao longo dos últimos anos quando começamos a fazer um trabalho para enfrentar um dos nossos maiores problemas da área, que era a questão fundiária. Da mesma forma que o Centro de Convenções foi um marco para o turismo, a construção desses hotéis também vai marcar o segmento, gerando emprego e renda”, completou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, afirmou que o Governo atende a um anseio do trade turístico e assegura desenvolvimento para todas as regiões da Paraíba. “Essa é uma ação que vai mudar a realidade do nosso turismo; nós vamos praticamente dobrar o número de leitos e o número de empregos e gerar uma grande quantidade de eventos agregados ao Centro de Convenções, permitindo que o Estado seja um dos destinos mais completos e atrativos do Brasil”, pontuou.

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari Filho, destacou que o Polo Turístico Cabo Branco irá incrementar a economia de diversos setores. “Nós vamos gerar emprego e renda para vários segmentos industriais e todo o Estado será beneficiado com os novos empreendimentos porque quem estiver hospedado no resort vai querer conhecer o São João de Campina Grande ou o Vale dos Dinossauros, o que irá movimentar o turismo de toda a Paraíba”, disse.

O representante de empresários espanhóis, Manoel Recio, confirmou o interesse de investir no Estado. “Nós acompanhamos essa apresentação com muito gosto porque vemos que o Governo começa a trabalhar forte nesse projeto que é muito interessante. João Pessoa é uma cidade tranquila, tem sol durante todo o ano e muita área verde que são diferenciais que levamos em consideração”, analisou.

O investidor libanês, Mário Tabet, também aprovou a iniciativa do Governo do Estado de fomentar o turismo. “Eu estou apaixonado pela Paraíba, pelas belas praias e estamos divulgando tudo que vemos para empresários do nosso país que estão querendo investir aqui. Eu já vislumbro um futuro muito promissor para esse projeto”, comentou.

A presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira Seccional Paraíba (ABIH-PB), Manuelina Hardman, evidenciou o desenvolvimento que o Polo Turístico irá garantir para a Capital paraibana. “O destravamento do Polo Cabo Branco é a concretização desse Complexo iniciado com a construção do Centro de Convenções que é tão importante para nós. Os novos empreendimentos serão uma parceria do Governo com a iniciativa privada que farão do nosso Estado um destino turístico sustentável por conta do potencial indescritível de belezas e recursos naturais que temos”, ressaltou.

Polo Turístico Cabo Branco – O projeto contará com água, gás, saneamento básico e energia e prevê a instalação de empreendimentos nos setores de eventos, comércio e serviços e animação turística. O Complexo já conta com fibra óptica de 10 gigabytes que poderá ser aumentada para 40 Gb ao final de sua implantação.

Edital e processo – O edital será publicado nesta quinta-feira (6) e as inscrições poderão ser feitas no site da Cinep (cinep.pb.gov.br). Os interessados terão um prazo de 45 dias corridos para apresentarem toda a documentação necessária. Podem concorrer ao edital, aos lotes 1, 2, 3 e 4, projetos de hotel de lazer, resort e hotel fazenda. Já o lote 5 será destinado a projetos de hotel residencial e flat.

Turismo – A primeira etapa do Polo Cabo Branco estima um fluxo anual de 115.752 turistas e 23.026 leitos em João Pessoa. Em 2018, os 12.410 leitos disponíveis na Capital paraibana foram ocupados por 1.259.310 hóspedes, segundo a PBTur.

“A Paraíba sente falta de resorts e a construção desses empreendimentos será fundamental para o incremento do nosso turismo, principalmente quando falamos de bandeiras internacionais que divulgam o destino Paraíba nos seus países de origem, como fazem também as grandes bandeiras nacionais”, declarou a presidente da PBTur, Ruth Avelino.

Batalhão – No Polo Turístico Cabo Branco será instalada uma sede do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, onde também será a sede administrativa da Unidade de Conservação do Parque Estadual das Trilhas, criada pelo decreto nº 37.653/2017, que passa a ser a maior área de conservação de proteção integral na Paraíba em área urbana, ficando à frente da reserva de Vida Silvestre da Mata do Buraquinho e do Parque Estadual da Mata do Xém-Xém.

“Essa é uma cadeia sistemática e fundamental nesse processo. Nós temos a visão de que segurança pública é um investimento e a Polícia fica muito feliz de participar de um momento histórico para os paraibanos, para os turistas e para o Governo”, avaliou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves.

Secom PB

 

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here