Segundo levantamento, 10% dos casos de queimadura acabam em amputação

Junho é um dos períodos mais esperados do ano, pois é um momento em que as ruas ficam iluminadas e enfeitadas com bandeirolas, fogueiras, balões e que as festas ficam fartas de comidas típicas, mas a utilização de fogos de artifício ainda preocupa. De acordo com a Associação Brasileira de Cirurgia da Mão, cerca de 70% dos casos de queimaduras são provocados por artefatos pirotécnicos e 10% das vítimas sofrem amputações, principalmente das mãos e dedos. As lesões provocadas por fogos de artifício são graves e difíceis de recuperar.

Dados da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) mostram que, durante as festas juninas, os atendimentos a pessoas que sofreram queimaduras nas emergências dos hospitais chegam a dobrar. Mais de 80% das vítimas são crianças e, por isso, é fundamental nesse período que os pais e responsáveis fiquem atentos à utilização. Segundo informações do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, apenas em junho de 2015 foram registrados 76 casos de acidentes desse tipo, o que reforça os cuidados para as festas juninas deste ano.

Para evitar acidentes, a funcionária pública Mary Lima evita que os dois filhos brinquem com os artefatos típicos do São João. “Eu acho perigoso e, por isso, não deixo. Quando insistem muito, no máximo permito aquelas bombinhas de jogar no chão, pois não precisam acender no fogo. Essas eu acho mais inofensivas”, conta.

O especialista do Hapvida Saúde, Lauro D’ávila Silveira Barreto, alerta que caso haja algum acidente, é preciso manter a calma e agir com precisão. A vítima deve ser encaminhada imediatamente ao hospital, mas existem algumas ações que podem amenizar ou pelo menos não piorar o caso enquanto não chega a ajuda médica.

Ele orienta que em caso de queimadura é necessário tomar alguns cuidados como:

– Evitar passar qualquer tipo de produto

– Não passar pasta de dente

– Não usar borra de café

– Não lavar com água gelada

– Lavar com água corrente e temperatura ambiente

 

assessoria