Em clima de música nordestina, Citenel + Seenel é aberto no Centro de Convenções

0
15
Cultura presente ao Citenel+Seenel 2017 - Imagem: Mano de Carvalho / Divulgação

No primeiro dia, maior encontro de energia do País contou ainda com palestra do gerente geral da GE e lançamento de publicações especiais para o setor

Foi em ritmo paraibano, com a animação da quadrilha junina campeã da Paraíba, Sanfona Branca, o famoso Bolero de Ravel executado por Jurandy do Sax e a Coral Art’Encanto, das crianças do bairro Rangel, que aconteceu a abertura do mais importante encontro de inovação, pesquisa, desenvolvimento e eficiência do setor energético do País. Na manhã desta quarta-feira (2), o IX Citenel + V Seenel 2017 iniciou suas atividades no Teatro A Pedra do Reino com as presenças do presidente do Grupo Energisa, Ricardo Botelho, empresa organizadora do evento, dando as boas vindas aos congressistas e participantes do evento. Estavam presentes Guilherme Sirkis, assessor especial do Ministério de Minas e Energia, João Azevedo, secretário de Desenvolvimento e Infra Estrutura da Paraíba e representante do governador; o presidente da Agência Reguladora da Paraíba, Severino Ramalho Leite, e o  diretor da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone da Nóbrega.

Ricardo Botelho destacou a importância deste evento, que acontece bienalmente, para a possibilidade de transformar projetos que serão apresentados em realidade. “Os melhores profissionais do setor no País estão reunidos neste encontro e aqui é o momento de se mostrar as inovações no setor”, disse o presidente da Energisa. Já o assessor especial do Ministério das Minas e Energia, Guilherme Sirkis, disse que o órgão está cada vez mais atento aos avanços das novas tecnologias no país. ” O Brasil precisa e tem condições de avançar mais neste área. A vocação natural da Paraíba na área de Ciência e Tecnologia foi lembrada pelo representante do governo do Estado.”  O grande potencial de energias solar e eólica do Estado merecem mais investimentos e um olhar mais cuidadoso para esses potenciais”, disse João Azevedo Reis Filho, secretário de Desenvolvimento e Infra Estrutura da Paraíba. André Pepitone Nóbrega, diretor da Aneel, disse que o Brasil está a bordo de uma grande revolução tecnológica. “A melhor maneira de lidar com a mudança é por meio da inovação. Devemos aplicar inovação na gestão das empresas, inovação nas tecnologias utilizadas e inovação nos serviços oferecidos”, frisou”, enfatizou Pepitone, que é paraibano de Pombal. A abertura também contou com a presença dos demais diretores da Aneel José Jurhosa Junior, Reive Barros e Tiago Correia.

Palestra de abertura – A palestra magna da abertura do IX Citenel+ V Seenel foi ministrada por Gilberto Peralta, gerente Geral da América Latina e do Caribe para Capital Aviation Services da GE. Graduado em Engenharia Civil e Engenharia Mecânica pela Universidade Católica de Petrópolis, Gilberto Peralta está na GE desde 1980, quando iniciou suas atividades na GE Celma, em Petrópolis (RJ), como engenheiro. Atuou em diversas áreas, chegando à vice-presidência para o programa Airbus. Em 2006, juntou-se ao time da GE Capital Aviation Services como presidente & CEO para América Latina. Entre agosto de 2013 e abril de 2017, acumulou essa função à de presidente & CEO da GE no Brasil. Ele falou sobre a importância das pesquisas nas universidades e  o envolvimento e comprometimento da GE para esse desenvolvimento. Destacou também a competência dos pesquisadores brasileiros mas lamentou a burocratização do governo que atrasa o avanço das pesquisas e o desenvolvimento dos projetos. “O Brasil precisa se inserir nas cadeias globais de pesquisas. A GE tem 125 anos é uma empresa americana que investe em pesquisadores brasileiros e vem cada vez mais adquirindo empresas, não só no Brasil mas no mundo inteiro, buscando novas tecnologias”, enfatizou Peralta.

Lançamentos especiais – Ainda no primeiro dia, houve o lançamento da 7ª edição da Revista de P&D e a 3ª edição da Revista de Eficiência Energética. Nesta edição, a Revista de P&D apresenta 23 projetos, suas contribuições para o desenvolvimento tecnológico do setor e potencial de aplicabilidade. A revista traz ainda artigos técnicos sobre os desafios e as perspectivas da inovação no setor de energia elétrica.  A Revista de Eficiência Energética traz artigos de especialistas e 20 informes técnicos com projetos desenvolvidos por concessionárias de energia elétrica.

Saiba mais sobre o evento no site: http://www.citenelseenel2017.com.br/

Assessoria