Durante audiência pública na Comissão de Turismo da Câmara, presidente do Instituto explica aos deputados o trabalho de promoção e divulgação do Brasil feito no exterior

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vicente Neto, participou hoje de audiência pública na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados para falar sobre o trabalho de promoção turística internacional do Brasil. Convidado pelo presidente da Comissão, o deputado Alex Manente (PPS/SP), Vicente Neto explicou aos deputados como é feito o trabalho de divulgação do País como destino turístico.

O Plano Aquarela, que desde 2005 é a diretriz das ações realizadas pelo Instituto, além das diversas ferramentas, como participação nas principais feiras internacionais de turismo, comunicação digital, campanhas publicitárias e o trabalho feito pelos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBT) em 11 países foram abordados pelo presidente.

Vicente destacou ainda as ações conjuntas realizadas pelo Ministério do Turismo e pela Embratur como a reestruturação de destinos e produtos para se adequarem ao novo momento que o setor está vivendo. “Melhorar o ambiente de negócios e reestruturar a base legal, além de articular ações com entes de governo no mercado internacional é fundamental para desenvolvermos o setor”.

Questionado pelos deputados sobre o orçamento da Embratur, Vicente Neto pediu aos parlamentares que destinassem mais emendas ao Instituto. “Precisamos do apoio desta Casa em relação ao aporte de recursos. Emenda parlamentar é sempre bem-vinda”, ressaltou o presidente. Ele agradeceu à deputada Alice Portugal (PC do B/BA), que destinou, por meio da Comissão de Cultura, um total de R$ 5 milhões para incrementar a divulgação do Brasil como destino turístico de Cultura durante o ano de 2015. Neto citou ainda a Frente Parlamentar em Defesa do Turismo que “está sintonizada em busca de mais recursos para a geração de emprego e renda em todo o País”.

Vicente Neto falou também sobre o sucesso do Goal to Brasil, evento próprio criado pela Embratur para promover o País para Copa do Mundo de 2014. “Vamos realizar mais 10 edições do evento, agora visando as Olimpíadas e Paraolimpíadas”, afirmou.

O presidente reconheceu que ainda há entraves para o fortalecimento turístico como a conexão área em todo o Brasil. “Essa é uma questão permanente em nossa pauta e também da pauta da Comissão. Estamos juntando esforços para melhorar a conexão entre as cidades brasileiras e também com as principais cidades do mundo”, observou Neto.

A deputada Luizianne Lins (PT/CE) elogiou o trabalho sério e competitivo realizado pelo Instituto. “A Embratur tem trabalhado para qualificar o turista estrangeiro que chega  ao Ceará e em todo o País. Sair do binômio sol e mar também é importante porque temos muito mais a mostrar”, defendeu.

Já a deputada Alice Portugal, ressaltou as ações da Embratur contra a exploração sexual. “A Embratur efetivou medidas contra a banalização do corpo da mulher brasileira. A partir disso, o Brasil está sendo visto lá fora de outra forma, com mais respeito”, afirmou a deputada​.

Ascom Embratur
Foto: Divulgação