OMT e Globalia lançam competição de startups

0
divulgacao

Organização Mundial do Turismo está em busca de soluções inovadoras de empresas novas ou consolidadas, com ideias disruptivas, que se proponham a revolucionar o segmento de viagens e turismo

É a primeira competição organizada pela Organização Mundial do Turismo (OMT), em parceria com a empresa Globalia, que convoca 164 países a participarem da 1ª Competição de Startups de Turismo. O foco é desenvolver soluções que quebrem paradigmas e ajudem a melhorar a vida de empresários e turistas. Um dos pilares da competição é dar visibilidade aos projetos que apostem em um setor turístico mais sustentável.

A OMT considera este processo de busca por startups “tão ambicioso como complexo: encontrar os melhores projetos em todos os cantos do mundo”. A empresa Barrabés.biz, que tem mais de 20 anos de experiência em projetos de empreendedorismo e inovação, será a consultoria responsável pela seleção.

A plataforma escolhida para que os competidores realizem as inscrições será a YouNoodle, empresa norte-americana da região do Vale do Silício, referência no setor de pesquisas de startups a nível mundial.

Para Rafael Felismino, assessor de Gestão Estratégica da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), “a OMT tem buscado cada vez mais promover ações com foco em inovação para o setor de viagens e turismo, por meio de uma clara política de renovação e transformação digital adotada pelo secretário-geral, Zurab Pololikashvili. É o caso do evento SmartDestinations, promovido há pouco mais de um mês na cidade de Oviedo, Espanha, ao qual tive a oportunidade de atender representando a Embratur. Neste evento, foram apresentados casos de sucesso em inovação, transformação digital, gestão e promoção de destinos utilizando bigdata, e outras ferramentas de gestão de informações”.

Sobre a 1ª Competição de Startups de Turismo, Felismino completa que “é uma grande oportunidade para que empresas brasileiras, que se destaquem no mundo da inovação para o turismo, possam apresentar seus projetos e ganhar visibilidade mundial. A Embratur também está passando por um processo de reinvenção e transformação digital, acompanhando o que estão realizando os mais relevantes Organizações de Marketing de Destinos, DMO’s na sigla em inglês, do mundo, atenta às novas tecnologias, plataformas e ferramentas para a promoção turística. Por isso, apoiamos e incentivamos a importante iniciativa da Organização Mundial do Turismo”.

Quem pode participar?

Os interessados devem ter um modelo de negócios que se encaixe em pelo menos uma destas quatro áreas: Futuro das Viagens, Experiência de Turismo, Impacto no Meio Ambiente, Desenvolvimento de Comunidades.

Os projetos serão avaliados segundo cinco critérios: singularidade e viabilidade da solução, impacto potencial, modelo de negócio, escalabilidade e perfil da equipe. Os interessados podem buscar mais informações no portal: www.tourismstartups.org. As inscrições estão abertas até o dia 3 de setembro. Os vencedores, segundo a OMT, têm chance de fazer parte das empresas líderes do segmento turístico no mundo.

 

Embratur