MTur participa do Fórum Político Latino-Americano sobre Turismo de Eventos

0
Secretário Bob Santos com os representantes da companhia aérea chilena Sky Airline e da Câmara de Comércio Chileno-Brasileira. Foto: Divulgação MTur/Divulgação

Sexta edição do evento e 12ª Feira Internacional do Mercado de Reuniões e Viagens de Incentivo da América Latina acontecem em Santiago, no Chile

Por Geraldo Gurgel

O secretário nacional de Integração interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos, se reuniu nesta segunda-feira (10), em Santiago, no Chile, com o diretor comercial da companhia aérea de baixo custo Sky Airline, Marcelo Rodriguez, e a representante da Câmara de Comércio Chileno-Brasileira, Lara Buttice. O encontro fez parte da agenda de negócios do dirigente do MTur no 6º Fórum Político Latino-Americano de Turismo de Eventos, com o objetivo de atrair investimentos para o Brasil.

“Com a total abertura do Brasil ao capital para estrangeiras do setor aéreo, o MTur busca parceiros e investidores para o mercado doméstico. A SKY, que já opera com voos internacionais do Chile para o Brasil, poderá ampliar sua atuação no Brasil”, explicou o secretário.

Nesta terça-feira (11), entre outros compromissos, Bob Santos tem agenda com o gerente de sustentabilidade do Grupo Explora, Juan Marambio. O grupo tem forte atuação na Patagônia chilena, com atrativos naturais e meios de hospedagem. O Brasil também busca parceiros para a concessão e exploração dos atrativos turísticos do parque nacionais.

“A nossa participação é importante para o MTur mostrar o potencial do Brasil no evento. O Fórum permite a troca de informações com especialistas internacionais com o objetivo de apoiar os governos a melhorarem o seu posicionamento no mercado do turismo, além de profissionalizar o segmento tão importante para a geração de trabalho e renda no Brasil”, afirmou o secretário Bob Santos.

FIEXPO LATIN AMERICA – A 12ª Feira Internacional do Mercado de Reuniões e Viagens de Incentivo da América Latina (FIEXPO), com programação até quarta-feira (12), discute o mercado de reuniões e incentivos para a promoção da infraestrutura e serviços na América do Sul, América Central, Caribe e México.

Durante dois dias, os organizadores de eventos internacionais, reunidos no Chile, terão encontros com os representantes de associações profissionais que realizam eventos periódicos em todo continente. A FIEXPO, considerada a principal feira de turismo de eventos, é o espaço onde a América Latina mostra a sua capacidade para a realização de eventos internacionais, tanto internos como os capturados em outros continentes.

Serão discutidos temas como as ações para fortalecer o protagonismo dos destinos secundários frente às capitais, a integração entre as associações e os organismos internacionais de turismo de eventos e as diferenças entre serviços turísticos e serviços para eventos, visando o bom atendimento aos clientes que participam de congressos, feiras e exposições, entre outros eventos de negócios e corporativos.

TURISMO DE EVENTOS NO BRASIL – O Brasil é o principal destino de turismo de negócios e eventos da América Latina, sendo São Paulo a metrópole que recebe o maior número de eventos nacionais e internacionais no país. O país ocupa a 17ª posição no ranking mundial de 2018. A constatação é de um estudo divulgado pela Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA). Os Estados Unidos continuam sendo o país que mais recebe congressos e convenções de negócios, seguido por Alemanha, Espanha e França.

Dados do Ministério do Turismo apontam que, do total de turistas internacionais que visitaram o Brasil em 2017, 15,6% foram motivados por negócios, eventos e convenções. Os principais destinos foram: São Paulo (44,4%), Rio de Janeiro (23,6%), Porto Alegre (4,2%) e Curitiba (4,1%). O gasto médio desses viajantes per capita, por dia, foi de US$ 90,10.

O Ministério do Turismo tem destinado investimentos importantes para o desenvolvimento de projetos de infraestrutura em espaços para a realização de eventos desse porte. Desde sua criação, a Pasta já investiu mais de R$ 770 milhões na construção, reforma e compra de equipamentos para centros de convenções, viabilizando a ampliação do turismo de negócios e eventos em centros urbanos de médio e grande porte.

Secretário Bob Santos com a ministra do Turismo do Equador, Rosi Prado de Holguín; o diretor da FIEXPO LatinAmerica, Arnaldo Nardone; e o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos. Foto: Divulgação MTur/Divulgação

Ascom MTur

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here