Modernização do Museu Pelé tem apoio do Prodetur+Turismo

0
Reunião entre MTur, BNDES e representantes do atleta. Crédito: Vanessa Sampaio - Foto: Divulgação

Ministério do Turismo e BNDES darão “vida” ao projeto Universo Pelé, uma ampla requalificação do museu do Rei do Futebol, em Santos (SP)

Por Vanessa Sampaio

O Museu Pelé, que abriga a memória e 2,3 mil itens sobre a identidade do brasileiro considerado o maior ídolo da história do futebol, Edson Arantes do Nascimento, vai se transformar em um dos espaços temáticos mais modernos e impactantes do mundo. É o que prevê o projeto “Universo Pelé”, primeiro museu brasileiro que deve entrar para a carteira do Prodetur+Turismo. O assunto foi pauta de reunião realizada nesta segunda-feira (3), no Rio de Janeiro, entre o secretário nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do Ministério do Turismo, Bob Santos, o diretor de Ordenamento do Turismo do MTur, Rogério Cóser, representantes do esportista e gerência técnica do BNDES.

Orçado em US$ 5 milhões, o projeto está dividido por áreas temáticas, contadas em formato linha do tempo: o início da carreira e referências familiares; o Santos Futebol Clube, onde Pelé foi líder; a marca de mil gols e a conquista de três Copas do Mundo, além de outras façanhas esportivas; troféus e condecorações; além de experiências do “rei” com a arte, cinema e a música. Serão utilizados recursos de projeção, recriação cenográfica, efeitos de som e luz, hologramas, telas touchscreen, jogos interativos e realidade aumentada, entre outros, criando um ambiente de linguagem diferenciada, esteticamente singular, que integra tecnologia, cultura e emoção.

De acordo com o secretário nacional do MTur, Bob Santos, a transformação do Museu Pelé neste novo ‘universo’ abrirá portas para o turismo doméstico e internacional em Santos. “No futuro, o objetivo é que o museu seja o centro de um complexo turístico, congregando inclusive um monumento assinado por Oscar Niemeyer em homenagem a essa lenda chamada Pelé”, garantiu.

O Prodetur+Turismo, linha de crédito que visa a estruturação e fortalecimento dos destinos brasileiros, oferece R$ 5 bilhões para diferentes perfis de projetos de pequeno a grande porte. Até o momento, o valor já carimbado para 52 obras aprovadas em todos o país totaliza R$ 1,8 bilhão.

Segundo Denys Altstut, representante do ex-jogador Pelé, a infraestrutura do casarão onde está instalado o museu – que em 2014 recebeu R$ 9,8 milhões do MTur – está pronta, mas a atratividade do ponto turístico ainda deixa a desejar. “Queremos que seja compatível com a grandiosidade da história do rei e que essa memória esteja acessível de acordo com o que o nome dele representa no mundo e na cultura brasileira. Pelé transcende gerações”, explicou. Ele disse que o museu, que hoje recebe cerca de 30 mil visitantes pode chegar a 1,3 milhão após o desenvolvimento do projeto.

Para o gerente da diretoria de investimentos do BNDES, Job Rodrigues, “o turismo é um setor muito estudado pelo banco. A essência da aceleração do crescimento é o investimento”, definiu.

Ascom MTur