Latam Brasil compra e acaba com seu programa de fidelidade Multiplus

0
Latam - Foto: Divulgação

O Latam Airlines Group SA anunciou hoje que sua afiliada consolidada Tam Linhas Aéreas SA (agora conhecida como Latam Airlines Brasil), não pretende renovar ou estender seu acordo operacional com a Multiplus SA, sua afiliada de coalizão de fidelidade, após (31) de dezembro de 2024. Simultaneamente, a Latam Airlines Brasil anunciou sua intenção de comprar todas as ações ordinárias da Multiplus que as afiliadas da Latam não possuem atualmente (“Delisting Tender Offer”) e, posteriormente, delistar a Multiplus do Novo Mercado B3 no Brasil e cancelar seu registro.

Segundo comunicado da Latam, desde a associação de negócios da Lan e Tam, em 2012, as afiliadas do Latam Airlines Group têm operado dois programas de passageiro frequente separados e distintos. No Brasil, o Latam Fidelidade (herdado da Tam) é operado pela Multiplus. A Latam detém indiretamente uma participação de 72,7% na Multiplus; o restante é negociado no Novo Mercado B3 no Brasil desde seu IPO, realizado em 2010 – antes da associação de negócios da Lan e da Tam.

Já o Latam Pass – sucessor do programa Lan Pass da Lan – é o principal programa de passageiros frequentes na maioria dos mercados de língua espanhola. O Latam Pass é totalmente de propriedade da Latam e operado internamente pela empresa e atualmente tem 14,7 milhões de associados. A intenção é que a Latam Brasil siga esse modelo de negócios, voltando a operar seu programa de fidelidade.

Imagem: Divulgação

RESULTADOS INSATISFATÓRIOS
“Apesar dos esforços coordenados da Latam, da Latam Airlines Brasil e da Multiplus, a força inerente ao produto não foi suficiente para reforçar a liderança da Multiplus no mercado brasileiro de pontos de fidelidade, cada vez mais competitivo. Apesar de vários aditivos ao contrato que buscaram restabelecer a competitividade (incluindo, mais recentemente este ano, reduções médias de 5% nos preços domésticos de passagens e de 2% nos preços dos tickets internacionais oferecidos à Multiplus), a participação de mercado da Multiplus continuou sem evoluir”, analisa a Latam em comunicado.

Como resultado, a Latam Airlines Brasil notificou ontem o Conselho de Administração da Multiplus que não pretende renovar ou prorrogar o contrato após (31) de dezembro de 2024. “No futuro, a Latam Airlines Brasil pretende administrar seu programa de fidelidade de passageiros internamente, proteger os yields de passageiros da companhia aérea e obter flexibilidade total na gestão de sua estratégia de receita”.

A fim de minimizar os custos de transição e atrito para todas as partes interessadas, o Latam Airlines Group decidiu apoiar a Latam Airlines Brasil na busca da aquisição completa da Multiplus. A aquisição da Multiplus e sua total integração à rede da Latam, juntamente com o Latam Pass, criarão o que a Latam estima ser o quarto maior programa de passageiro frequente e de fidelidade do mundo (medido pela quantidade de clientes) e consolidará o relacionamento do Grupo Latam com os 21,1 milhões de clientes na Multiplus. “Os pontos dos clientes da Multiplus e benefícios de resgate permanecerão intactos, e os parceiros comerciais da Multiplus se beneficiarão de melhorias em aquisição de clientes, retenção e compartilhamento de carteira”, garante a empresa em comunicado.

A transação abrangerá um processo de oferta pública (a “Oferta”) da Latam Airlines Brasil pelo equivalente a aproximadamente 27,3% do capital social em circulação da Multiplus e o subsequente cancelamento do registro da Multiplus como companhia aberta na CVM e da exclusão da Multiplus do segmento de listagem Novo Mercado (“Exclusão de registro”), de acordo com as leis e os regulamentos corporativos e de valores mobiliários brasileiros.

A Latam Airlines Brasil espera arquivar a referida documentação até o início de outubro.Para capturar rapidamente as sinergias projetadas, a intenção da Latam Airlines Brasil é incorporar a Multiplus na Latam Airlines Brasil no prazo mais breve possível após concluir o processo de Exclusão de registro.

A Latam Airlines Brasil anunciou um preço de compra pretendido de R$ 27,22 por ação, o que representa o preço médio ponderado da ação medido pelo volume de dividendos da Multiplus nos últimos 90 pregões. O preço de compra pretendido representa um prêmio de 11,6% sobre o preço da ação de R$ 24,40 da Multiplus no fechamento do mercado ontem e implica uma aquisição total aproximada de R$ 1,2 bilhão (cerca de US$ 289 milhões) para todo o free float de 27,3% Multiplus.

Panrotas