João Pessoa é única capital do Nordeste com melhores indicadores de meio ambiente

0
Praça da Independência, João Pessoa (PB) - Imagem: Juliana Santos / Divulgação

Por Katiana Ramos

João Pessoa é a única capital do Nordeste que tem os melhores indicadores de meio ambiente, com relação à arborização e monitoramento de áreas verdes. O resultado positivo da Capital paraibana está na pesquisa Ranking Connected Smart Cities, organizado pela Urban. Conforme o estudo, João Pessoa passou da 20ª colocação, em 2016, para a 4ª este ano.

No quesito meio ambiente, o ranking avaliou as cidades por meio de indicadores como atendimento urbano de água, recuperação de materiais recicláveis, cobertura de resíduos, arborização e monitoramento de áreas verdes.

O secretário adjunto de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Djalma Pereira, lembrou que o destaque da Capital na área de meio ambiente se deve as ações da pasta para a preservação e ampliação das áreas verdes da cidade. Ele lembrou por exemplo, o cultivo do Viveiro de Mudas Municipal, que anualmente produz, em média, 40 mil mudas. Outro destaque é o Programa Carbono Zero, que também estimula o plantio de árvores na cidade, por meio de iniciativas da PMJP e ainda parcerias com outras empresas.

“Fazemos estudos das áreas para saber onde podemos plantar, o tipo de vegetação apropriada e ainda como recuperar as áreas verdes. Temos feito vários fóruns para discutir a questão ambiental da cidade, além de ações de educação ambiental nas escolas e nas comunidades. O nosso objetivo é que as pessoas criem a consciência de que, por meio de pequenos gestos, podemos fazer boas ações ambientais na própria casa”, detalhou Djalma Pereira.

Planejamento – Outro ponto lembrado pelo secretário adjunto da Semam é o investimento da PMJP na capacitação dos técnicos ambientais, sobretudo para o monitoramento das áreas verdes, um dos quesitos analisados pela pesquisa.

“A gestão adotou a metodologia prevista em Sistema de Monitoramento, onde nós fazemos a análise prévia da área degradada e recuperamos conforme o perfil de cada uma. Foi o caso, por exemplo, que fizemos com o Parque da Lagoa. É uma ação planejada e integrada com outras secretarias”, destacou o engenheiro agrônomo e diretor do Controle Ambiental da Semam, Anderson Fontes.

Entre as 100 – No ranking geral do estudo, que considerou ainda indicadores de urbanismo, mobilidade, saúde entre outros aspectos avaliados, João Pessoa ocupou este ano a 47ª colocação, entre os 100 municípios mais inteligentes e conectados do País. Além do bom resultado no meio ambiente, João Pessoa também melhorou os indicadores de saúde, passando da 45ª posição para a 29ª, e ainda em mobilidade urbana e acessibilidade. No caso destes últimos elementos, a capital não apareceu no ranking de 2016.

Ranking do Meio Ambiente

Cidades                                                                       Posição

                                                                2017                                    2016                               

Belo Horizonte (MG)
Curitiba (PR)
Itumbiara (GO)
João Pessoa (PB) 20º
São Paulo (SP)
Porto Alegre (RS)
Santo André (SP)
Pirassununga (SP)
Limeira (SP)
São Miguel dos Campos (AL) 10º

Fonte: Ranking Connected Smart Cities 2017

Secom JP