Agricultor cultiva a terra de forma natural sem fazer uso de agrotóxicos em Lucena, Paraíba

Por Teresa Duarte

Teresaduarte2@hotmail.com

Seu Déde
Seu Déde

Há 13 anos o agricultor Sebastião da Silva decidiu trabalhar em favor da natureza, por entender que é possível cultivar a terra de forma natural, sem fazer o uso dos agrotóxicos. Homem de pouco estudo, porém, de muita sabedoria, ele tornou-se um ponto de referência para compra de produtos orgânicos, no município de Lucena. O local é conhecido como o Sítio do Dedé da Horta, instalado na zona rural, com sinalização na estrada que dá acesso à propriedade.

A produção e venda é dos mais variados produtos, a exemplo de: manga, batata-doce, goiaba, alface, hortaliças, maracujá, macaxeira e mudas de flores, sendo tudo plantado em uma área de três hectares onde o visitante pode não somente adquirir os produtos de qualidade, como também degustá-lo. “Faço o que gosto, e cuido ainda mais da minha saúde, por isso respeito a natureza e cultivo a terra com adubos orgânicos obtidos com a compostagem de resíduos”, explica o agricultor.

Popularmente conhecido como Seu Dedé, ele é mais uma alternativa de turismo de vivência e experiência para estimular da produção de renda sustentável aos pequenos e micros empreendedores. De acordo com Míriam Rocha, consultora do Sebrae-PB, o agricultor foi inserido no Projeto de Turismo de Experiências e Vivências, trabalho que vem sendo realizado pela instituição em diversos municípios paraibanos.

Frutas cultivadas sem agrotóxicos
Frutas cultivadas sem agrotóxicos

 “O sítio de seu Dedé, hoje, recebe turistas e, além de saborearem deliciosos sucos, comerem fruta colhida na hora, também vivem a experiência de plantar um pé de alface na horta”, destaca a consultora. Além de vender os produtos no sítio, o agricultor também comercializa em João Pessoa, na feira do Bessa, e fornece os produtos para empreendimentos,  a exemplo da Casa Roccia, cujo proprietário, Chef Onildo Rocha, é um dos principais clientes por valorizar não somente o trabalho de Seu Dedé, bem como a qualidade dos produtos.

A comercialização

Desde que passou a ser conhecido na região o agricultor conta que não tem dado conta de tantos pedidos, “Hoje eu não estou dando conta dos pedidos porque são muitos; além disso recebo muitos visitantes no sítio para adquirirem o meu produto, como também turistas que vêm aqui vivenciar o meu trabalho”, destacou. Para a gestora de turismo do Sebrae-PB, Regina Amorim, Sítio do Dedé da Horta é uma prova de que, com a orientação de um profissional, é possível criar novas maneiras de se obter fonte de renda junto à produção na área rural.

 “Seu Dedé tem um diferencial por cultivar sem fazer o uso dos agrotóxicos; ele seguiu à risca as orientações dos consultores do Sebrae e, desde que foi colocada sinalização na estrada que dá acesso à propriedade, as visitas a ela vêm crescendo cada vez mais ”, explicou. Aliado aos produtos de qualidade, o agricultor também conta com o diferencial nos preços que são cobrados nos produtos adquiridos diretamente no sítio, sem a figura do “atravessador”.

“Os meus produtos são comercializados a preços bem acessíveis, o que tem atraído bastante o consumidor, a exemplo de frutas como a manga, que eu vendo quatro unidades, ao preço de apenas R$ 1”, explica o agricultor. Saber receber bem o visitante também é um diferencial do Sítio do Dedé da Horta. O agricultor dá uma verdadeira aula, explicando passo a passo como cultivar o plantio e como fazer a sua própria horta orgânica. Quem quiser ir conhecer Dedé da Horta e comprar seus produtos, pode ir ao local ou obter informações por meio dos telefones (83) 8608-0481 ou (83) 9970-1502.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

11170298_10200474104613104_8549664189778483927_o

SONY DSC

Fotos: Teresa Duarte