Futuro ministro encontra trade e promete “acabar com gargalos”

0
Marcelo Álvaro, futuro ministro do Turismo, entre Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil, e Herculano Passos, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo - Foto: Divulgação

Desde o anúncio do nome de Marcelo Álvaro para o Ministério do Turismo do futuro governo Jair Bolsonaro, o executivo não havia ainda se encontrado com o trade. Nesta quarta-feira (5) o futuro ministro participa de um almoço oferecido pela Frente Parlamentar de Turismo no MSC Seaview, que está atracado no Rio de Janeiro.

Em sua primeira fala, nesta manhã, Álvaro destacou que entre as suas ações estão a criação de grupos de trabalho para discutir como solucionar os entraves do setor. “Teremos um trabalho bem focado para avançar e acabar com gargalos que impede o crescimento”, afirmou Álvaro. “O potencial do Brasil para Turismo é gigantesco. Montando grupos de trabalho para diminuir os obstáculos com apoio do deputado Herculano Passos [presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo] dentro do congresso”, complementou.

Bob Santos, do MTur, Marcelo Álvaro, futuro ministro do Turismo, e Herculano Passos, presidente da Frentur – Foto: Divulgação

Álvaro destacou ainda, que o novo governo representa o fechamento de um ciclo, que ao seu ver, prejudicou o País. Ele prometeu contribuir para que o Brasil entre em um novo ciclo de credibilidade, que foi respaldado pelas urnas. “Estamos em um momento positivo para trabalhar”, revelou.

” O novo governo tem um entendimento muito claro de que o Turismo pode ser uma mola propulsora da economia”
Marcelo Álvaro

TURISMO NA AGENDA

O futuro ministro garantiu que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, terá o setor no topo de sua agenda e acredita que desburocratizar é um dos caminhos para que o setor tenha um novo ciclo de crescimento. “O novo governo tem um entendimento muito claro de que o Turismo pode ser uma mola propulsora da economia. Almocei com ele [o presidente eleito Jair Bolsonaro] na quarta-feira (28) de novembro e ele acredita que o Turismo será uma mola propulsora. Cerca de 80% da conversa foi sobre o Turismo do Brasil. Será uma prioridade para o desenvolvimento do País”, garantiu.

Marcelo Álvaro, futuro ministro, com o atual ministro Vinicius Lummertz, Roy Taylor, presidente do M&E, e o deputado Herculano Passos – Foto: Divulgação

ORÇAMENTO

Um dos ponto sempre apontado pelos últimos ministros é o orçamento reduzido da pasta, que limita a execução de ações e programas. Marcelo Álvaro também tocou neste ponto e lembrou que Jair Bolsonaro é sensível às reivindicações da indústria, tanto que decidiu pela manutenção do MTur. “Agora é rever a questão do orçamento. O presidente está sensível a isso. Temos o presidente ao nosso lado, o que contribui também no direcionamento de emendas. A grande verdade é que o setor será priorizado”, finalizou.

M&E