Funcionários e hóspedes se despedem neste domingo (18) do Bahia Othon Palace

0
Bahia Othon Palace foi inaugurado em Salvador em 1975 (Foto: Evandro Veiga/Correio/Divulgação)

Nostalgia, tristeza e emoção. Os quase 240 funcionários do Bahia Othon Palace enfrentam, talvez, uma das piores semanas de trabalho no lugar. Após 43 anos em funcionamento, o hotel recebe hóspedes, neste domingo (18), pela última vez. Na segunda-feira (19), se despede da Bahia. O anúncio do encerramento das atividades foi feito pela Rede Othon no início de outubro

Os últimos dias de uma das primeiras hospedarias de luxo de Salvador – que está na cidade desde 1975 – teve direito a casa cheia. A ocupação ultrapassou os 90% devido a um congresso no Centro de Convenções do local, além do feriado do Proclamação da República.

Semana tem sido de nostalgia, despedida e emoção para cerca de 240 funcionários que trabalham no local
(Foto: Evandro Veiga/Correio/Divulgação

Apesar de ter firmado compromisso de homologar as demissões de todos os funcionários, o hotel não deu maiores informações sobre possíveis negociações para compra do equipamento e real motivo para o fechamento da unidade, tendo em vista que o Othon é um dos melhores hotéis em média de ocupação do estado. Além do Bahia Othon Palace, o Belo Horizonte Othon Palace também fechará as portas nesta segunda.

O fechamento do hotel já preocupa o trade turístico baiano; pois o impacto do fechamento do Othon para o Carnaval de Salvador será enorme. O hotel abriga um dos camarotes mais tradicionais do circuito Barra-Ondina e serve como ponto de cobertura de televisão, por estar próximo ao fim do circuito.

Além da demissão de mais de 240 funcionários, o trade turístico acredita que um dos maiores impactos do fechamento do Bahia Othon Palace Hotel é a perda de mais um Centro de Convenções na capital baiana.

O Centro de Convenções da Bahia (CCB) não tem um destino desde que desabou parcialmente, em 2016. Um novo Centro de Convenções – dessa vez do município de Salvador – está sendo erguido próximo ao antigo CCB, na orla da Boca do Rio, e será inaugurado no fim de 2019. Mas, agora, a cidade perde mais um espaço: o Centro de Convenções do Othon pode receber 2,5 mil pessoas.

Correio