A GOL registra o transporte de mais de 900 animais de estimação na cabine, um mês após o lançamento do serviço, disponível para todas as operações domésticas. Em média, por dia, 30 Pets embarcaram em voos da companhia no país. Desde o dia 11 de março*, a aérea permite que cães e gatos viajem junto de seus donos, acomodados abaixo da poltrona, seguindo as regras para o transporte e critérios de segurança indicados pela empresa.

No período, das 71 bases operadas pela GOL no Brasil, 69 realizaram voos com animais embarcando dentro da cabine de passageiros. O destino que mais teve registros de viagens com Pets no periodo foi São Paulo, com mais de 36%, considerando os dois principais aeroportos (Congonhas e Guarulhos). Em segundo lugar, ganhou destaque Brasília, responsável por quase 22% destes transportes. Por ultimo, também incluindo a soma dos dois aeroportos (Santos Dumont e RIOGaleão) está o Rio de Janeiro com mais de 20%.

Regras – Para ser transportado na cabine, o animal precisa estar dentro do kennel (contêiner), que deve ter espaço suficiente paa dar uma volta completa em torno de si. São aceitos todos os tipos de cães ou gatos, com idade mínima de quatro meses e peso máximo de 10 quilos (incluindo o kennel). Os animais precisam estar em boas condições de higiene e ter todas as vacinas em dia. De acordo com a ANAC, é necessário que o dono também apresente atestado de sanidade do animal, fornecido pela Secretaria de Agricultura Estadual, Posto do Departamento de Defesa Animal ou por médico veterinário.

Mais informações, acesse o link: http://www.voegol.com.br/pt-br/viaje-sem-duvidas/viaje/passageiros-especiais/Paginas/animais-de-estimacao.aspx ou entre em contato com a Central de Atendimento da GOL.

*Balanço feito no período de 11 de março a 11 de abril de 2015.

Ascom GOL