Criado mosaico de UCs na Serra do Cipó (MG)

0
Parque Nacional Serra do Cipó, em Minas Gerais - Foto: Divulgação

Portaria reconhece conjunto de 18 unidades de conservação (UCs) em Minas Gerais. Objetivo é promover a gestão integrada na região

Com extensa diversidade biológica, a Serra do Cipó, em Minas Gerais, terá, a partir de hoje, um mecanismo que fortalecerá 18 unidades de conservação (UCs) da região. Portaria do Ministério do Meio Ambiente (MMA), publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (14), reconhece como mosaico um conjunto de UCs federais, estaduais e municipais, todas no estado de Minas Gerais.

A formação do mosaico decorre dos esforços do MMA, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Rede Pró Mosaico Espinhaço Serra do Cipó, do Instituto Estadual de Florestas (IEF-MG) e da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço. Para o desenvolvimento dos trabalhos, será formado um conselho consultivo com representantes de governo, da sociedade civil, de comunidades tradicionais e do setor privado.

A medida tem o objetivo de promover a gestão integrada nessas unidades. Previstos na lei que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), os mosaicos proporcionam a aproximação de diferentes áreas protegidas e de seus órgãos gestores. Além disso, a medida promove a otimização de recursos, a valorização do território, a criação de uma identidade e o fortalecimento das políticas de conservação da biodiversidade na região.

Confira as unidades que formam o mosaico da Serra do Cipó:

– Parque Nacional da Serra do Cipó
– Área de Proteção Ambiental Morro da Pedreira
– Reserva Particular do Patrimônio Natural Aves Gerais
– Parque Estadual da Serra do Intendente
– Parque Estadual do Limoeiro
– Reserva Particular do Patrimônio Natural Alto do Palácio
– Reserva Particular do Patrimônio Natural Sítio dos Borges
– Reserva Particular do Patrimônio Natural Vale do Parauninha
– Monumento Natural Municipal da Serra da Ferrugem
– Parque Natural Municipal do Tabuleiro
– Parque Natural Municipal Salão de Pedras
– Área de Proteção Ambiental Serra Talhada
– Área de Proteção Ambiental do Rio Picão
– Área de Proteção Ambiental Santo Antônio
– Parque Natural Municipal Alto Rio Tanque
– Área de Proteção Ambiental do Itacuru
– Área de Proteção Ambiental Córrego da Mata
– Parque Natural Municipal Mata da Tapera

SAIBA MAIS

Batizada de “Jardim do Brasil” pelo paisagista Burle Marx, a Serra do Cipó é um ambiente montanhoso, originado da Cadeia do Espinhaço. As altitudes variam entre 700 e 1.670 metros e a topografia acidentada dá lugar a diversas nascentes, rios, cachoeiras, cânions e cavernas de excepcional beleza natural. Na porção sul da Serra do Espinhaço, está um importante divisor de duas grandes bacias hidrográficas brasileiras: a do São Francisco e a do Rio Doce.

A região abriga uma das floras mais diversas do mundo, com mais de 1,7 mil espécies registradas. Entre elas, há orquídeas, cactáceas e diferentes exemplares de “plantas carnívoras” e de uso medicinal, como as arnicas. A fauna conta com grande variedade de insetos, anfíbios, pássaros, mamíferos e répteis.

Ascom MMA