ITAPARICA (BA) – O Chile quer promover o destino para o brasileiro, mas o diretor da Ekatours, Emardo Villarroeal, alerta o agente de viagens para um problema que tem ocorrido ultimamente no país. “Em compras pela internet, os hotéis se promovem com muita publicidade, especialmente em Santiago. Os donos compram apartamentos e utilizam fotos de divulgações que não correspondem aos serviços oferecidos”, declarou, complementando que a diferença de preço de compra entre on-line e direta com o agente é quase zero. Mas de acordo com ele, 90% da hotelaria do país “é muito boa”.

Ainda, o executivo recomenda ao agente o uso do dólar, uma vez que a moeda americana está mais valorizada que o real no Chile. “Como em nosso país não produzimos muita tecnologia, e importamos bastante, os preços desses produtos são tão competitivos quanto de duty free”, garantiu Villarroel.

O diretor da Ekatour aposta em um roteiro chamado Cruce Andino, ou cruzada andina, em que a viagem se inicia em Puerto Varas (Chile) e se encerra em Bariloche (Argentina). “É uma viagem única que apresenta vulcões, lagos e a vegetação de ambos os países”, disse ele.

Panrotas
Foto: Divulgação