Entidades responsáveis pela governança das regiões turísticas do Paraná lançam GT do Trem Turístico

0
Lançamento do Grupo de Trabalho do Trem Turístico das regiões turísticas do Paraná - Foto: Divulgação

Lançamento do Grupo de Trabalho do Trem Turístico dá largada para alavancar potencial do eixo Ourinhos (SP), Londrina (PR) e Maringá (PR)

O Festival das Cataratas, que aconteceu em junho desse ano, foi palco do lançamento do Grupo de Trabalho do Trem Turístico do eixo Ourinhos (SP), Londrina (PR) e Maringá (PR), capitaneado por Instâncias de Governança do Paraná, que se uniram para colocar o “trem nos trilhos”

O projeto ousado e inovador começa a ser colocado em prática para fortalecer rotas que já trabalham com o turismo rural, o cultural, o de aventura e com o agronegócio, e também para alavancar a economia nessas regiões turísticas.

“O projeto é um marco que pretende gerar impacto positivo na economia e desenvolvimento turístico das regiões”, conta João Gouveia Cezar, operador de negócios da Sonho Lindo. O Trem Turístico vai iniciar operação pelo Norte Pioneiro, potencializando os atrativos da Rota do Rosário, Rota do Café e Rota Sonho Lindo. As simulações dos passeios iniciam-se no primeiro trimestre de 2020 saindo de Ourinhos (SP) em direção ao Paraná.

Denise Araújo, presidente da região turística Norte do Paraná, lembra que “turismo não tem fronteiras e deixa bons frutos por onde passa, quando tudo é bem planejado”. Wellington Bergamaschi, presidente da Associação Turística do Norte Pioneiro do Paraná (Atunorpi) ressalta que “o GT trem turístico também é um bom exemplo de que parcerias com o poder público e a iniciativa privada dão certo”. Para Wanda Pille, presidente da Retur “o GT Trem Turístico fortalece os destinos turísticos das nossas regiões”.

A partir de agora, o GT vai promover reuniões itinerantes com lançamento em cada região de acordo com a evolução do trabalho. O objetivo é levantar informações, criar estratégias, roteiros e principalmente viabilizar as praças que receberão os passeios inaugurais. Os percursos ainda serão identificados, com a certeza de que o trem é só o começo para que esse eixo seja conhecido país afora e escolhidos por turistas de todos os cantos, ávidos por experiências ricas em atrações culturais, naturais, gastronômicas e históricas.

As Instâncias de governança das regiões turísticas são as responsáveis pela proposta, pela articulação e pelo Grupo de Trabalho. São elas: Corredores das Águas, Norte Pioneiro e Norte do Paraná e a Sonho Lindo Turismo Regional. Participam do projeto: Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF – Regional Paraná), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Museu Histórico de Londrina, Londrina Convention Bureau, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel – Seccional Norte do Paraná), Angra Doce, Paraná Turismo e Rumo.

 

 

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here