Grafiteiros fazem intervenções no espaço da Feira Internacional de Economia Criativa de João Pessoa

0
Pintura mural com graffiti - Foto: Divulgação

Por Adriana Crisanto

A arte urbana dos grafiteiros Shiko (PB), Miguel Carcará (RN), Priscila Lima, Patrícia Oliveira, Ise (SP) está presente no Festival Internacional de Arte Urbana, um dos eventos da 1ª Feira Internacional de Economia Criativa, que terá início nesta segunda-feira (19), no complexo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano.

Os artistas farão intervenções visuais em quatro espaços da Estação Cabo Branco Ciência, Cultura e Artes, e uma no Celeiro Criativo. A proposta do Festival é promover ao longo dos anos reflexões sobre o uso e a função da pintura mural nas grandes cidades.

Segundo a coordenadora do Festival, Kalyne Lima, o graffiti é um segmento muito forte João Pessoa, muitos artistas talentosos promovem e destacam essa produção da cidade, no cenário nacional de arte urbana. “É de grande importância tanto para João Pessoa, que recebe pela primeira vez um evento dessa magnitude, quanto para os artistas locais e convidados, um espaço com tamanha valorização e fomento à cultura urbana. Essa parceria do Sebrae e da PMJP só reforça o desejo de incluir diversos tipos de expressões artísticas e promover a diversidade cultural que temos”, afirmou Kalyne Lima.

Um dos artistas presentes nesta intervenção é Shiko, natural de Patos (PB). Na opinião dele, esse espaço do festival é muito importante para que a arte de rua ocupe outros espaços, inclusive institucionais. “É natural que o graffiti não se aquiete e conquiste outros espaços como este que estamos fazendo agora”, comentou Shiko que também é ilustrador, grafiteiro, autor de quadrinhos, diretor e roteirista de cinema e animação.

Sua arte foi exposta em Portugal, Itália, Holanda, França e Brasil. Como autor de quadrinhos produziu Marginal Zine, Blue Note, O Quinze (adaptação do romance de Rachel de Queiroz) e outros.

Priscila Lima ou “Witch”, como é mais conhecida, faz intervenções urbanas desde 2005. “É um privilégio para mim está pintando do lado de artistas que conhecia, além de ser uma grande valorização de ter minha arte exposta para pessoas do mundo inteiro ver”, contou.

Miguel Carará é arte educador, professor, pedagogo, rapper e gaffiteiro. Ativista da Cultura Hip Hop, desenvolve trabalhos sociais em comunidades periféricas de Natal (RN). É coordenador do Movimento Cultual Nossos Valores, com sede na Favela da África/Redinha, oferecendo atividades socioculturais para crianças e adolescentes.

Patrícia Oliveira (Moom Child) é natural do Rio de Janeiro, mas reside em João Pessoa há dois anos. No ano de 2010 foi apresentada ao graffiti por amigos e, desde então, tem se dedicado a essa arte.

Feira Internacional de Economia Criativa – É uma das atividades do Programa João Pessoa Cidade Criativa da Unesco. A iniciativa da atividade é da PMJP em parceria com o Sebrae Paraíba, com apoio do Sebrae Nacional e IFPB, UFPB, Unipê e outras instituições parceiras. Contará com cinco salões: Gastronomia, Música, Design, Artesanato e Cinema, além de um Simpósio de Agricultura Familiar e um Festival de Arte Urbana. As oficinas, workshops, shows musicais, mesas redondas, exibição de filmes nacionais e estrangeiros estarão acontecendo no local.

Mais informações: https://wp.joaopessoacriativa.com.br/