A última quinta-feira, dia 09 de abril, marcou uma nova fase na implementação da Casa do Patrimônio no Escritório Técnico de Olinda, que passará a se relacionar de maneira mais próxima à comunidade, funcionando como um espaço aberto ao diálogo sobre a preservação das riquezas materiais e imateriais da cidade por meio de debates, oficinas e exposições.

A celebração dessa nova fase conta com exposição de longa duração intitulada ComeMorar Olinda, foi aberta ao público a partir das 18h30, e contou com apresentações das bandas Bonsucesso Samba Clube, Sambadeiras, Maracatu Leão Coroado e Mestra Dona Ana Lúcia do Coco. Nos intervalos aconteceram discotecagem com set regional do VJ Mozart Santos, que fez também uma projeção mapeada de vídeos e animações na fachada do casario.

A iniciativa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Pernambuco (Iphan-PE) ainda contemplou o lançamento dos livros Barroco e Rococó nas Igrejas de Recife e Olinda, Vol I e Vol II, das autoras Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira e Emanuela Souza Ribeiro. Esses livros retratam as principais igrejas das cidades onde se encontram exemplos significativos desses movimentos artísticos.

Em maio, o Iphan-PE reunirá instituições da sociedade civil organizada, representantes do poder público local e universidades para um encontro que discutirá a Casa do Patrimônio em Olinda.

Exposição
A exposição ComeMorar Olinda, que tem a curadoria do museólogo e historiador Aluizio Câmara, é um convite à reflexão sobre as particularidades que transformaram a cidade em Patrimônio da Humanidade. Mas com um diferencial: voltar o olhar não às construções mais emblemáticas do Sítio Histórico, e sim à casa do cidadão comum, elemento central da expressão cultural olindense. Partindo da indagação “como é morar em Olinda?”, a exposição procura explorar o universo desconhecido da moradia olindense, buscando evidenciar as especificidades do modo de vida local, sua relação com o patrimônio, as virtudes e as dificuldades de se viver em Olinda.

Para tanto, o cenário se organiza em torno da própria casa que sediará o evento. Das janelas (virtuais) do Escritório Técnico, moradores convidarão o visitante para explorar os diversos ambientes, que abrigarão, cada um, um tema específico (Relembrar – Conviver – Celebrar). A exposição contará com vários formatos de mídia, entre fotografias, vídeos, textos, narrações de histórias e depoimentos sobre a vida em Olinda, a partir da visão dos moradores, proporcionando, assim, ao visitante, uma leitura dinâmica de como seria morar em Olinda. A mostra ficará aberta à visitação a partir de 09 de abril e ficará em cartaz até janeiro de 2016.

Serviço: Exposição ComeMorar Olinda
Abertura:
 09 de abril, a partir das 18h30
Local: Casa do Patrimônio – Escritório Técnico do Iphan em Olinda (PE)
Endereço: Rua do Amparo, Nº 59
Visitação: De terça a sexta, das 09h às 12h e das 14h às 17h
Entrada: Gratuita – Informações: (81) 3429. 2862
Facebook: ComeMorar-Olinda

Assessoria de Imprensa
Luma Araújo – Fone: (81) 9873-7932
lumali.araujo@gmail.com

Curadoria e coordenação
Aluizio Câmara – Fone: (81) 8648-0108
camara.museo@gmail.com

Ascom MinC
Imagem: Divulgação