Energisa comemora 15 anos da Usina Cultural

0
Cantora paraibana, Natália Bellar nos 15 anos da Usina Cultural Energisa - Foto: Divulgação

Num encontro com muitos artistas e diversas autoridades locais, a Energisa comemorou os 15 anos da Usina Cultural.  O evento foi realizado na Sala Vladimir Carvalho, na noite desta terça-feira e contou com a cantora paraibana, Natália Bellar, como mestre de cerimônias

Artistas como Flávio Tavares, Alexandre Filho, Clóvis Júnior, entre outros, deram depoimentos sobre a importância da Usina nos seus trabalhos. A cantora paraibana Val Donato, enfatizou que fez shows emblemáticos e viveu grandes momentos de sua carreira nos palcos do local. “A Usina Cultural abraça a cultura paraibana. Não imagino como estaria a nossa cultura se esse espaço não existisse”, disse.

Um dos presentes recebidos pelo centro cultural e também de por todos os seus frequentadores, foi o painel em grafite dos artistas urbanos Tayroni e Carlos Nunes no muro de entrada da Usina. Para Tayroni, a Usina Cultural é “o espaço que mais propaga a cultura local e que mais apoia a arte urbana em todo nosso estado”, declarou.

O curador da Usina, Dyógenes Chaves, parabenizou todo o Grupo Energisa pelo investimento constante e perene em cultura, ressaltando que é o oposto do ocorrido no Brasil nos últimos anos. “A cultura é a área que menos tem recebido investimento. Isso é muito triste. A Usina foi e continua sendo um divisor de águas na cultura paraibana. Depois que esse espaço surgiu, muitos artistas puderam se revelar e mostrar seu trabalho”, contou.

O diretor-presidente da Energisa, André Theobald, parabenizou a toda a equipe que faz a Usina Cultural e afirmou que o propósito da empresa é promover o desenvolvimento cultural da Paraíba. “A cultura tem um papel transformador na sociedade, investir em cultura é permitir que as pessoas se desenvolvam e obtenham mais conhecimento e sabedoria. Espero comemorar muitos e muitos anos da Usina, ela é da Paraíba”.

No evento, foram lançados o selo comemorativo dos Correios “Usina Cultural 15 anos”, a grife de produtos com marca do local, com desfile, os editais dos concursos de Redação 2018 da Energisa e de ocupação da Galeria de Arte e apresentada uma tela de 1,80m por 90cm, criada pelo artista Giga Brow inspirada na história do local.

A Usina Cultural 
O local é um conjunto de edificações em estilo neoclássico simplificado, inspirado nos galpões industriais ingleses do fim do século 19. Ele foi erguido para ser a sede da primeira empresa de eletricidade da Paraíba. Hoje, esse prédio abriga a Galeria de Arte da Usina, o Café da Usina e a sala digital Vladimir Carvalho. Já o segundo prédio, que acomoda o Espaço Energia, a Lojinha da Usina, a sala Alexandre Filho e a administração foi construído onde funcionavam uma estação de bondes de tração animal e uma oficina para manutenção de veículos e caldeiras.