Curta paraibano ganha reconhecimento da ONU

0
divulgacao

O mini documentário Crianças da Favela (Children of Favela) é uma produção audiovisual de autoria do estudante de jornalismo e youtuber Felipe Ferreira, ou Herrera, como ele prefere ser chamado

A produção tem duração de cinco minutos e trata de uma pauta comum no Brasil, a exclusão social de crianças moradoras das favelas. No vídeo Herrera aborda a temática de forma clara e objetiva, buscando o combater o isolamento social das crianças pobres da comunidade em que vive.

O minidoc foi gravado na comunidade Vale Verde, que é popularmente chamada de Buraco da Gia, que fica no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. As gravações aconteceram em junho de 2018. A ideia surgiu quando Herrera viu uma publicidade de um festival jovem internacional de vídeos sobre direitos humanos. A partir daí ele uniu sua paixão pelo audiovisual com o desejo de ajudar a comunidade e colocou em prática um projeto que tinha guardado na cabeça.

Faltando menos de 20 dias para o encerramento das inscrições para o festival,ele fez um pequeno roteiro e saiu a gravar pelas ruas da comunidade. Fez várias tomadas, dos mais diversos ângulos e depois partiu para entrevistar as crianças da favela. A proposta era mostrar o que elas pensavam sobre morar numa favela, o que mais gostavam e o que queria que fosse mudado. O resultado foi incrível! Vale à pena conferir.

Depois de pronto o vídeo foi inscrito no festival Plural+ da UNAOC (Aliança das Civilizações das Nações Unidas). O concurso internacional prêmia jovens do mundo inteiro a partir de suas produções audiovisuais que tratam de temas como xenofobia, imigração, inclusão social e os demais temas relacionados aos Direitos Humanos.

certificado divulgacao

Em agosto Felipe foi informado que o vídeo havia sido pré-selecionado dentre as 371 inscrições feitas por jovens de 62 países. No ultimo dia 12 de outubro outro e-mail recebido informava que infelizmente o Crianças da Favela não tinha ganho nenhuma premiação, mas que havia sido reconhecido pela participação e recebeu um certificado de reconhecimento do festival realizado pela ONU
(Organização das Nações Unidas).

Para Herrera a maior realização foi poder expor sua comunidade, seu bairro, sua cidade para o mundo de forma positiva. Para ele o reconhecimento foi mais importante que qualquer prêmio o mini documentário viesse a ganhar, pois mostra que mesmo com poucos recursos, mas com uma ideia visionária é possivel chegar a lugares antes inimagináveis.

O vídeo agora segue inscrito em outro festival, agora a nível nacional e concorre a prêmios e reconhecimentos de uma das maiores universidades do Brasil, a UERJ (Universidade estadual do rio de Janeiro), que conta também com o apoio da ONU. A primeira etapa é a votação popular, mesmo que a produção não seja escolhida pelo júri, a mais votada nessa etapa ganhará uma menção honrosa na cerimonia de premiação que acontecerá em dezembro deste ano.

A votação acontece de 15 de outubro até 05 de novembro na página do festival.

Assista agora o Crianças da Favela (Children of Favela)

Assessoria de imprensa