Confira dicas e sugestões para uma melhor compra de passagens aéreas

0
Imagem: Divulgação

por Alessandra Lontra

Foi-se o tempo em que viajar de avião era privilegio de alguns, hoje com as novas companhias aéreas e as facilidades na hora da compra das passagens, se tornou fácil o deslocamento por meio dessa incrível máquina, que é o avião. As viagens dentro do Brasil se tornaram mais comuns e corriqueiras, chegando a fazer parte da rotina de muitos brasileiros que cruzam os céus do país em busca de destinos fantásticos para suas férias, a trabalho ou por qualquer outro motivo.

Se você se encaixa nesse perfil e ama viajar de avião, confira as dicas e sugestões para uma melhor compra de passagens aéreas.

Primeiro, faça um planejamento e compre a sua passagem com antecedência! No setor do turismo como em todos os outros setores, tudo deve ser planejado. Planejamento é sinônimo de economia em uma viagem de avião, especialmente quando uma passagem é comprada com antecedência.

Se for viajar pelo Brasil, como se chama na linguagem do turismo, você vai fazer um voo doméstico, ou seja, dentro do país, busque passagens com no mínimo três meses de antecedência. Em voos domésticos, os melhores preços geralmente aparecem no período que varia de um a três meses antes da data da viagem.

Escolha bem as tarifas e lembre-se que os bilhetes de baixa temporada, aqueles, fora dos períodos de férias escolares, ou em dias pouco concorridos (como terça ou quarta-feira e no meio de feriados) e em horários menos procurados (por exemplo, das 10h às 16h e durante o fim da noite ou a madrugada) costumam ser mais baratos. Mas tudo depende do destino escolhido!

Uma curiosidade na busca de bilhetes mais em conta é que mesmo em períodos de alta temporada é possível encontrar passagens acessíveis, escolhendo destinos pouco visados, ainda com pouco fluxo de visitantes. Um exemplo disso é fugir dos destinos onde acontecem grandes eventos populares e descobrir novas experiências em lugares a serem descobertos, o que não é tão difícil aqui no Brasil.

Para uma viagem segura, aconselho a compra da passagem aérea com o seu agente de viagens, o que significa em termos de custo beneficio, uma compra mais segura e eficiente, porque é com agente de viagens que você pode contar se algo der errado no período da viagem ou se precisar fazer alguma remarcação no bilhete. Hoje com o crescimento e consolidação da internet as companhias aéreas e as grandes operadoras também já disponibilizam a compra pelo site ou aplicativos. Basta o consumidor ficar atento se é um site oficial e seguro, comprar e viajar!

MAIS DICAS NA HORA DA COMPRA DA PASSAGEM AÉREA

TRANSFERÊNCIA

As passagens são intransferíveis. Vale lembrar, inclusive, que diferenças de grafia entre o nome no bilhete e o que consta no documento de identidade podem causar contratempos na hora de embarcar. Por isso, é necessário preencher com cuidado o nome do passageiro: quem tem nome composto ou vários sobrenomes deve sempre informar o primeiro nome e o último sobrenome, além do agnome (Júnior, Filho etc., sem abreviação), se houver. Por exemplo, o nome José Maria da Silva Nunes Júnior deve constar na reserva e no bilhete como José Nunes Júnior ou ainda José Maria Nunes Júnior. Nunca use pseudônimos, abreviações, apelido ou nome artístico. Caso identifique que seu nome foi grafado incorretamente, comunique a companhia aérea até o momento do check-in para que a correção seja realizada sem custos. Só pode haver cobrança no caso de voo internacional que envolva mais de uma empresa, desde que o erro seja de responsabilidade do passageiro.

ALTERANDO A DATA DA PASSAGEM

É possível, desde que dentro do prazo de validade da passagem aérea: um ano, a contar da data de sua emissão. Caso queira cancelar a viagem e pedir reembolso, sem custos, o contato com a companhia aérea deve ser feito em até 24 horas a partir do recebimento do seu comprovante. Essa regra se aplica desde que a compra tenha sido realizada com antecedência de pelo menos 7 dias em relação ao voo. Fique atento ao seu contrato de transporte. Caso queira remarcar para uma nova data, pode haver restrições dependendo do tipo de tarifa. Normalmente as tarifas mais baixas são menos flexíveis. Isso significa que, em caso de reagendamento do voo, é possível que o passageiro precise pagar uma taxa pela remarcação, além da diferença de valor da passagem, caso o voo na nova data seja mais caro que o voo original. Por isso, antes de comprar uma passagem promocional, tenha certeza de que você pode viajar na data prevista. Caso contrário, o ideal é optar por tarifas mais flexíveis.

DIFERENÇA ENTRE VOO DIRETO, VOO COM ESCALA E CONEXÃO

No voo direto, o avião segue para a cidade de destino sem paradas. No voo com escala, ele aterrissa em uma ou mais cidades ao longo do caminho para o embarque e desembarque de passageiros – mas você só sai do avião quando chegar ao seu destino. Já no voo de conexão, o passageiro precisa trocar de avião em um aeroporto intermediário.