Por Chef Adilson Santana

Na minha época de moleque, passava férias em São Lourenço da Mata, na zona da mata pernambucana. Na casa da minha irmã Suely, o quintal era justamente o rio São Lourenço que quando o mar avança muda de nome para o famoso rio Capibaribe; isso lá no centro do Recife. Naquela época, tive a oportunidade de ter contato com peixes de rio, mas não eram peixes pequenos, como estava mais acostumado a vê-los. Eram peixes de águas correntes, como acari, jundiá, entre outros, e quando nós íamos pescar em águas mais calmas, pescávamos traíras, tilápias, caras etc.

 Tinha uma senhora que dizia: “ Se pegarem alguma tilápias, me traga que já vou cozinhar as batatas. ” E eu ficava sem entender o porquê das batatas? Rsrsrsr.  Era uma senhora que chamávamos de D. Zinha e ela preparava um caldo de peixe que ficou nas minhas lembranças gustativas.   Vamos à receita da D. Zinha???

RECEITA:  PEIXE DO RANCHO

COZINHA: COZINHA REGIONAL

RENDIMENTO: 06 PESSOAS

INGREDIENTES:

1/2 kg de filé de tilápia ou surubim

1/2 kg de batata cozida em forma de purê

300 ml de água

01 cebola picada

03 tomates sem pele e sem sementes

01 dente de alho

01 colher de sopa de talos de coentro bem picados

1/2  colher de chá de sementes de erva-doce pilada

1/2 colher de chá de açafrão da terra

1/2 cálice de vinho branco seco

40 ml de azeite de oliva

200 ml de creme de leite

PREPARO:

Comece refogando a cebola, o açafrão e o alho no azeite, até dourarem. Depois acrescente o vinho, os talos de coentro, o tomate e a erva-doce. Coloque os filés de peixe, deixando refogar bem até desmanchar tudo.

Em seguida, coloque a água e deixe reduzir até a metade; depois, coloque o purê de batatas, corrija o sal e a pimenta do reino.  Desligue o fogo e acrescente o creme de leite. Sirva bem quente com torradas.

Foto: Divulgação / Acervo do Chef Adilson Santana

Artigo anteriorKaty Perry, Queen e System of a Down anunciam shows além do Rock in Rio
Próximo artigoHenrique Alves é empossado ministro do Turismo
Adilson Santana
Chef Adilson Santana possui Pós-Graduação em Alta Gastronomia pela Universidade Salgado de Oliveira Universo. Até o 6º módulo. Especialização em Eco-Gastronomia, Gastronomia Popular e Eventos Folclóricos, Consultoria Empresarial, Cozinha e Ciência: Técnicas Sous-Vide, Cook Chill, Cook Freezer e Segurança Alimentar (APPCC). Graduado em Gastronomia pela Faculdade SENAC Recife/PE – 2010. É Proprietário da empresa Ampla Consultoria Gastronômica, Chef-Consultor dos projetos de gastronomia do Sebrae/PB. É Instrutor de gastronomia do Senac/PB, Coordenador do Festival gastronômico: FESTIVAL SONS E SABORES DO BREJO PARAIBANO, Coordenador do festival gastronômico: FESTIVAL SABORES E SABERES DE CONDE PARAÍBA e Consultor do projeto do Sebrae/PB: PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DO SETOR DO TURISMO SEBRAE/PB Copa 2014. Chef Adilson ainda é Membro do movimento SLOW FOOD; Movimento de pesquisa e mudanças nos novos hábitos alimentares, em que se valoriza o conceito do bom, limpo e justo, preservando hábitos culinários extintos ou em via de extinção. É Fundador do movimento “Gastronomia Solidária PB” que desenvolve, gratuitamente, ações em comunidades da grande João Pessoa visando ao aprendizado em técnicas básicas de panificação, confeitaria e técnicas de Pizzaiolo.