A influência do cinema e da TV sobre o turismo

0
Superserie da TV Globo, Onde Nascem os Fortes - Foto: Divulgação

por Alessandra Lontra

Na semana passada o Ministério do Turismo e a organização do Festival de Cinema de Gramado (RS) assinaram durante a Festuris, o protocolo de intenções que define ações conjuntas para transformar o Brasil em um grande portfólio de locações para a indústria criativa do cinema.

Essa parceria entre o MTur e o Festival de Cinema de Gramado é uma excelente iniciativa para reorganizar e capacitar efetivamente o setor de Film Commissions no Brasil, que nada mais é do que um escritório de apoio ao audiovisual, que visa à promoção do município ou do Estado como destino privilegiado para a filmagem de produções audiovisuais nacionais e internacionais, para contribuir com o crescimento econômico e a criação de empregos. A função básica da Film Comission é oferecer o atendimento aos produtores com a estrutura e logística necessárias, e realizar a interlocução com o poder público para facilitar as filmagens.

De acordo com o ministério do Turismo e a Ancine, o setor audiovisual (cinema e TV) está em alta e movimenta mais de R$ 16 bilhões por ano e cresceu 181% em 7 anos. Essa alta está fazendo com que cada vez mais produtores nacionais e internacionais procurem várias regiões do Brasil que tenham cenários e locações atrativas para as suas produções de cinema, TV, documentários e publicidade.

A partir dessa tendência, alguns Estados e municípios brasileiros vem se organizando e melhorando a sua infraestrutura para poder receber essas locações cinematográficas a fim de atrair um número maior de turistas de forma espontânea, melhorando assim a economia e fortalecendo a cultura onde os filmes e programas de TV são rodados. Daí nasceu o “Turismo Cinematográfico”, que nada mais é do que essa influência gerada pelos filmes, programas e séries de TV e publicidade nas decisões dos turistas na hora de escolherem o destino da sua próxima viagem.

Um filme atua sobre o espectador como um folder virtual, com três vantagens sobre a publicidade turística convencional: é mais duradouro no tempo, alcança um público maior e cria vínculos emocionais ao integrar a paisagem nas histórias e personagens que atraem o espectador de maneira mais intensa.

No Brasil, um destino case de sucesso, que despontou no Turismo à partir do seu Festival de Cinema é Gramado. A partir do Festival, a população entendeu a importância do evento para toda a cadeia produtiva do Turismo e vislumbrou um horizonte muito mais próspero ao entender que turismo é negócio, gera renda, gera emprego e que transforma a vida das pessoas.

Muitos municípios brasileiros e países estrangeiros se movimentaram para gerar um brand e dar mais visibilidade em torno das filmagens de cinema e programas de TV como:

Nacionais

  • Recife – recebeu a TV Globo para gravar cenas de “Geração Brasil”
  • Garibaldi – “O Filme da Minha Vida”, de Selton Melo
  • Tocantins – “O Outro Lado do Paraíso”, novela da Globo
  • Brasília – O cenário da minissérie “Felizes para Sempre”, de Fernando Meirelles

Internacionais

  • “Coração Valente”, Escócia: aumento de 300% no ano após o lançamento.
  • “Campo dos Sonhos”, Iowa: 35.000 visitas em 1991.
  • “Quatro Casamentos e um Funeral”, The Crown Hotel, Amersham, Inglaterra: reservas esgotadas durante 3 anos após o lançamento.
  • “Harry Potter”, várias locações na Inglaterra: aumento de mais de 50% em todas as locações de filmagem.
  • “Missão Impossível”, Parques Nacionais, Sydney: aumento de mais de 200% em 2000.
  • “Troia”, Canakkale, Turquia: aumento de 73% após o lançamento.
  • “Game of Thrones”: Irlanda e Belfast
  • “Downton Abbey”: Oxfordshire e Highclere
  • “Breaking Bad”: Albuquerque, Novo México

E aqui na Paraíba, já tivemos vários filmes rodados, principalmente no Cariri, em Cabaceiras, que recentemente foi rodada a superserie da TV Globo, “Onde Nascem os Fortes”, de grande repercussão nacional, principalmente pelas belezas cênicas do local.

A Paraíba está no caminho certo ao abraçar o Turismo Cinematográfico como forma de promover os seus municípios, só precisa tira melhor proveito das filmagens, mas para isso, é preciso se organizar e se profissionalizar, criando a sua Film Comission.

 

 

 

Artigo anteriorCriatividade e inovação latina
Próximo artigoFestival Sesi Bonecos do Mundo leva cultura para trabalhadores da Coteminas em JP
Alessandra Lontra
Jornalista especializada em Turismo DRT 3913/PB, graduada em Marketing Estratégico, possuí formação em Produção de eventos pela COMUNIK DO BRASIL, em Educação Fiscal pela Escola de Administração Fazendária e em Gestão Cultural para os Pontos de Cultura pela COMUNA S/A e MinC. Atua na área do Turismo há mais de 35 anos, tendo iniciado sua carreira na hotelaria. Trabalhou em agências e Operadoras de Turismo como Gerente Comercial, tendo desenvolvido diversos produtos. Foi Diretora Cultural do Instituto Brasileiro de Formação Educacional e Cultural de Brasília (IBRAFEC), foi diretora Comercial da Bora Ali Produções, Marketing, Consultoria & Eventos. Atualmente é diretora de Marketing do site e da revista "O Concierge". Empreendedora, é uma das idealizadoras do Fórum E.I.T.A - Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil, que aconteceu em maio de 2018 em João Pessoa, Paraíba. E-mail para contato: alessandralontra@oconciergeonline.com.br.