Vice-presidente do Grupo Energisa encerra maior evento de Pesquisa de Desenvolvimento e Eficiência Energética do setor elétrico e comemora resultados

0
92
Estande do Grupo Energisa no Citenel e Seenel 2017 - Imagem: Divulgação

Depois de três dias chega ao fim o IX Citenel e V Seenel 2017 que teve como tema central “Inovação e Integração: Respostas Locais a Barreiras Globais”. O encontro reuniu, no Centro de Convenções de João Pessoa (PB), e teve como anfitriã a Energisa Paraíba.

O maior evento de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e EE (Eficiência Energética) do setor elétrico contou com 2.691 inscritos, 144 trabalhos apresentados, 27 estandes na feira e 89 produtos expostos. Além dos congressistas, o evento recebeu a visita de 700 estudantes do ensino médio, 400 do ensino fundamental e 195 universitários. “Esse evento falou e fala por si. Estou muito orgulhoso de encerrar esse que foi o maior Citenel de todos os tempos, os números são impressionantes”, disse Roberto Carlos de Pereira Currais, vice-presidente do Grupo Energisa.

Para Currais, o congresso celebra a dedicação, o esforço e o compromisso de pessoas que buscaram soluções para os problemas da sociedade. “É recompensador vermos que nosso mercado tem engenheiros e diversos profissionais desenvolvendo tecnologias para melhorar a qualidade de vida das pessoas. O Brasil precisa de menos EU e mais NÓS”, comentou.

Segundo diretor da Aneel (Agencia Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, em 2017 o órgão regulador comemora 20 anos de existência e é inegável o quanto o setor elétrico evoluiu nesse período. “Durante esse tempo tivemos R$ 18,3 bilhões investidos em P&D e EE é um valor muito expressivo e um recurso que não está passível de contingenciamento, ou seja, nosso papel é incentivar a pesquisa e a inovação”, explicou.

Para o diretor, as palavras de ordem desse Citenel foram: Tecnologia e Inovação. “Temos que sair do conhecimento e ir para o mercado. A Aneel vai colocar em prática muito do que foi mostrado aqui”, disse.

Ao final da palestra de encerramento, que também contou com a presença do Secretário de Energia do Ministério de Minas e Energia, Fábio Lopes Alves, e de Thiago de Barros Correia, diretor da Aneel, foram entregues os prêmios de melhores artigos de P&D, melhores informes técnicos de EE e os melhores produtos da mostra.

Confira a seguir:

Melhor artigo de P&D
1º Duke Energy International, Geração Paranapanema S/A
2º Light Serviços de Eletricidade S/A
3º Celesc Distribuição S/A

Melhor Informe Técnico de EE
1º Rio Grande Energia S/A
2º Celesc Distribuição S/A
3º Light Serviços de Eletricidade S/A

Melhor produto da Mostra
1º Celesc Rio Paranapanema Energia S/A
2º Celesc Distribuição S/A
3º Light Energias S/A

Assessoria