Veja lista de vencedores do 28º Prêmio da Música Brasileira

0
162
Ney Matogrosso foi o homenageado da 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira - Divulgação

Em noite de festa para Ney, Letieres Leite, BaianaSystem, Lenine e Tom Zé saem de mãos cheias

por Lucas Oliveira

Na 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira, realizada na noite desta quarta-feira (19), o Teatro Municipal do Rio foi palco de uma celebração à carreira do camaleão Ney Matogrosso, estrelada pelo próprio cantor, que interpretou sucessos como “Pro dia nascer feliz” e “Balada do louco”, e por nomes como Chico Buarque, Ivete Sangalo, Lenine, Karol Conká e BaianaSystem.

Na premiação, apresentada por Maitê Proença e Zélia Duncan, o equilíbrio imperou, como é de costume no Prêmio. O maestro Letieres Leite e sua Orkestra Rumpilezz foram os únicos a ganhar três prêmios: melhor álbum instrumental, melhor grupo instrumental e melhor arranjador, todos pelo trabalho no álbum “A saga da travessia”.

Dos que saíram com mais de um troféu do Municipal, destaque ainda para o próprio BaianaSystem (premiado como revelação e melhor grupo de pop/rock/hip hop/reggae/funk, por “Duas cidades”), Lenine (melhor cantor é melhor álbum de MPB, por “The Bridge”) e Tom Zé (melhor canção, por “Descaração familiar” e melhor álbum de pop/rock/hip hop/reggae/funk por “Canções eróticas de ninar”).

Em uma premiação de poucas surpresas, uma se sobressaiu: Pedro Miranda e seu álbum “Samba original” superaram os bambas Martinho da Vila e Zeca Pagodinho como o melhor na categoria samba.

Veja a lista completa de vencedores do 28º Prêmio da Música Brasileira (vencedores em negrito):

MELHOR CANÇÃO:

• “Descaração familiar” (Tom Zé)

• “Dizputa” (Carol Naine)

• “Nunca mais vou jurar” (Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Marcelinho Moreira)

REVELAÇÃO:

• BaianaSystem (“Duas cidades”)

• Liniker e Os Caramelows (“Remonta”)

• Vidal Assis (“Álbum de retratos”)

CANÇÃO POPULAR:

Álbum:

• “Cine ruptura” (Saulo Duarte e a Unidade)

• “Elza canta e chora Lupi” (Elza Soares)

• “Gatos e ratos” (Odair José)

Dupla:

• Leonardo e Eduardo Costa (“Cabaré night club”)

• Milionário e Marciano (“Lendas”)

• Zezé di Camargo e Luciano (“Dois tempos”)

Grupo:

• Roupa Nova (“Todo amor do mundo”)

• Samuca e a Selva (“Madurar”)

• Saulo Duarte e a Unidade (“Cine ruptura”)

Cantora:

• Ellen Oléria (“Afrofuturista”)

• Elza Soares (“Elza canta e chora Lupi”)

• Ivete Sangalo (“Acústico em Trancoso”)

Cantor:

• Luiz Caldas (Pré-axé”)

• Odair José (“Gatos e ratos”)

• Romero Ferro (“Arsênico”)

MPB:

Álbum:

• “Abraçar e agradecer” (Maria Bethânia)

• “Batom bacaba” (Patricia Bastos)

• “The bridge” (Lenine e Martin Fondse Orchestra)

Cantor:

• João Fenix (“De volta ao começo”)

• Lenine (“The bridge”)

• Vidal Assis (“Álbum de retratos”)

Cantora:

• Maria Bethânia (“Abraçar e agradecer”)

• Patricia Bastos (“Batom bacaba”)

• Zizi Possi (“O mar me leva”)

Grupo:

• MPB4 (“O sonho, a vida, a roda viva!”)

• Quarteto em Cy (“Janelas abertas”)

• Tão do Trio (“Flor de dor: Tão do Trio canta Etel Frota)

POP/ ROCK/ REGGAE/ HIP-HOP/ FUNK

Álbum:

• “Canções eróticas de ninar” (Tom Zé)

• “Palavras e sonhos” (Luiz Tatit)

• “Tropix” (Céu)

Grupo:

• BaianaSystem (“Duas cidades”)

• Metá Metá (“MM3”)

• O Terno (“Melhor do que parece”)

Cantora:

• Céu (“Tropix”)

• Larissa Luz (“Território conquistado”)

• Maria Gadú (“Guelã ao vivo”)

Cantor:

• Rael (“Coisas do meu imaginário”)

• Silva (“Silva canta Marisa”)

• Zeca Baleiro (“Era domingo”)

SAMBA:

Álbum:

• “De bem com a vida” (Martinho da Vila)

• “O quintal do Pagodinho: Ao vivo – Vol. 3” (Zeca Pagodinho)

• “Samba original” (Pedro Miranda)

Cantora:

• Mart’nália (“Misturado”)

• Roberta Sá (“Delírio no Circo”)

• Teresa Cristina (“Teresa Cristina canta Cartola”)

Cantor:

• Martinho da Vila (“De bem com a vida”)

• Pedro Miranda (“Samba original”)

• Zeca Pagodinho (“O quintal do Pagodinho: Ao vivo – Vol. 3”)

Grupo:

• Casuarina (“7”)

• Galocantô (“Pano verde”)

• Grupo Bongar (“Samba de gira”)

REGIONAL:

Álbum:

• “Cabaça d’água” (Alberto Salgado)

• “Celebração” (Valdir Santos)

• “Vivo! Revivo!” (Alceu Valença)

Grupo:

• Grupo Rodeio (“Trilhando o Rio Grande”)

• Serelepe (“Forró por aí…”)

• Viola Quebrada (“Meus retalhos”)

Dupla:

• Caju e Castanha (“O papo no WhatsApp”)

• Craveiro e Cravinho (“Canta Tonico e Tinoco”)

• Zé Mulato e Cassiano (“Bem-humorados”)

Cantor:

• Alberto Salgado (“Cabaça d’água”)

• Alceu Valença (“Vivo! Revivo!”)

• Raymundo Sodré (“Os girassóis de Van Gogh”)

Cantora:

• Ana Paula da Silva (“Raiz forte”)

• Dona Onete (“Banzeiro”)

• Socorro Lira (“Cores do Atlântico”)

INSTRUMENTAL:

Álbum:

“A saga da travessia” (Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz”)

• “Alegria” (Hamilton de Holanda)

• “Outra coisa” (Anat Cohen e Marcello Gonçalves)

Solista:

• Hamilton de Holanda

• Mestrinho

• Toninho Ferragutti

Grupo:

• Banda Mantiqueira (“Com alma”)

• Letiers Leite e Orkestra Rumpilezz (“A saga da travessia”)

• Trio Madeira Brasil (“Ao vivo em Copacabana”)

ARRANJADOR:

• Letieres Leite (por “A saga da travessia, de Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz”)

• Luis Felipe de Lima (por “Samba original, de Pedro Miranda)

•Zé Manoel (por “Delírio de um romance a céu aberto”, de Zé Manoel)

PROJETO VISUAL:

• Filipe Cartaxo (por “Duas cidades”, de BaianaSystem)

• Giovanni Bianco (por “Amor geral”, de Fernanda Abreu)

• Mário Niveo (por “Jardim pomar”, de Nando Reis)

CATEGORIAS ESPECIAIS:

Álbum eletrônico:

• “Craca, Dani Nega e o dispositivo tralha” (Craca e Dani Nega)

• “Incerteza” (Retalho)

• “Subtropical temperado” (Projeto CCOMA)

Álbum infantil:

• “Farra dos Brinquedos” (Farra dos Brinquedos)

• “Os saltimbancos sinfônico” (Orquestra Petrobras Sinfônica)

• “Vem dançar” (Pequeno Cidadão)

Álbum em língua estrangeira:

• “Old friends (the songs of Paul Simon)” (Ritchie e Black Tie)

• “Perpetual gateways” (Ed Motta)

• “Yentl em concerto” (Alessandra Maestrini)

Álbum erudito:

• “Ernesto Nazareth integral” (Maria Teresa Madeira)

• “Latinidade, música para as Américas” (Orquestra Ouro Preto)

• “Radamés toca Radamés” (Quarteto Radamés Gnatalli)

Álbum projeto especial:

• “A luneta do tempo” (Alceu Valença)

• “Delírio de um romance a céu aberto” (Zé Manoel)

• “Irineu de Ameida e o oficleide 100 anos depois” (vários artistas)

Melhor DVD:

• “A democracia da madeira” (vários artistas)

• “Dobrando a Carioca” (Zé Renato, Moacyr Luz, Jards Macalé e Guinga)

• “Rainha dos raios ao vivo” (Alice Caymmi)

 

O Globo