O Varal Poético do mês abril acontece nesta quarta-feira (30), no anfiteatro da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. O evento começa a partir das 19h, com entrada aberta ao público, e contará com a participação especial do grupo Os Gonzagas e do poeta Filipe Sósthenes.

A organização do evento pede que as pessoas tragam um quilo de alimento não perecível que será doado para ONG Milagre do Sertão. O poeta Edvaldo Nunes também doou seus livros que serão vendidos no local e a renda será revertida para a entidade.

Neste Varal Poético, a banda Os Gonzagas, fará uma apresentação mais acústica e intimista para o projeto. A banda une o que há de mais expressivo do forró pé de serra com o melhor da música popular valorizando a cultura regional, como o maracatu, o coco, a ciranda e outros ritmos que ultrapassam a cultura nordestina. Por outro lado, sentindo a necessidade de difundir o forró tradicional para um público que não o conhece, passaram a inserir no repertório algumas músicas de estilos diferentes: versões de temas de vídeo game em ritmo de forró, por exemplo.

O grupo mistura ritmos de reaggae com xote, transforma algumas músicas de forró em rock, além de tocar “Jumento Celestino”, o forró dos Mamonas Assassinas, e de incluir músicas que homenageiam o forró, como “Jack Soul brasileiro”, de Lenine, e outras. Neste Varal eles vão tocar, recitar e interagir com a público que for no local prestigiar mais uma edição do projeto.

Os Gonzagas é formado pelos irmãos: Luiz Gonzaga (violão/guitarra/voz), Yuri Gonzaga (sanfona/voz), pelo primo Daniel Costa (percussão/voz) e os amigos Felipe Alcântara (cavaquinho/percussão/voz), Hugo Leonardo (contra-baixo/voz), Carlos Henrique (sanfona) e Caio Bruno (bateria).

Felipe Sósthenes – O poeta cursa o quinto período do curso de Letras e Português, na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e desde os 18 anos escreve poemas em versos livres, o que fez que com que tivesse um de seus versos publicado na editora nacional Vivara, no concurso nacional “Novos Poetas”. Felipe Sósthenes disse que procura direcionar sua poesia para todos os públicos amantes da arte literária.

O projeto – O Varal Poético surgiu em 2012 e pretende homenagear um poeta, músico ou uma pessoa que sempre contribui para a cultura popular. A proposta é incentivar as várias interpretações da palavra em um clima de confraternização. Cada pessoa se dirige ao varal, escolhe a poesia que mais lhe agrada e declama segundo a sua interpretação.

Milagre do Sertão – A ‘Milagre Sertão’ é um projeto criado com o objetivo de ajudar os necessitados do Sertão paraibano que sofrem com os períodos de seca prolongados e suas consequências. Ele tem como missão prestar assistência imediata a famílias necessitadas no interior paraibano e manter uma luta constante junto às organizações públicas e à iniciativa privada pela implantação de medidas eficazes e duradouras que permitam um melhor convívio desse povo com a seca.

Para que esse propósito seja alcançado, são realizados eventos culturais com diversas personalidades da região, onde são requisitados alimentos não perecíveis, roupas, auxílio médico, odontológico, veterinário e cartorário ou doações financeiras; futuramente direcionados aos principais afetados pela seca. O cadastro dos colaboradores do projeto está sendo feito através do site http://tinyurl.com/milagresertao.

Serviço:
Varal Poético
Participação especial: Os Gonzagas e Felipe Sósthenes
Local: Anfiteatro da Estação Cabo Branco, no Altiplano
Data: quarta-feira (30)
Horário: 19h
Informações: 3214. 8303 – 3214.8270
www.joaopessoa.pb.gov.br/estacaocabobranco
Twitter: @estacaocb
Face: https://www.facebook.com/estacao.cabobranco

CONTATO PARA IMPRENSA
Jonathan Vieira – chefe da Gestão Educacional da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes
Contatos: (83) 3214-8303; Ramal 217 – (83) 8805-1058 / 8114-9729

SECOM JP