Turismo é líder de startups no Brasil

0
2398
Imagem: Divulgação

A cada dia novos modelos de negócios surgem no mercado, através de um novo conceito de fazer negócios na era digital

por Regina Amorim

As “startups” são desses modelos de negócios que já nascem digitais. São empresas inovadoras que surgem de ideias simples, mas muito efetivas e que podem mudar não só a vida das pessoas, como quebrar paradigmas de mercado.

Os Estados Unidos lideram o ranking das startups bilionárias do mundo, ou unicórnios, como são chamadas, pois valem mais de US$ 1 bilhão.

Inovações tecnológicas, economia criativa, economia colaborativa, estão mudando a forma de fazer negócios, impactando milhões de empresas em todo o mundo, principalmente as empresas com modelos tradicionais.

Raymond Kurzwell, americano, inventor e futurista, afirma que nos próximos 100 anos teremos evoluído aproximadamente 200 mil anos, pois a evolução tecnológica não é linear e sim exponencial.

Não é novidade falar aqui de TripAdvisor, um dos maiores sites de viagens do mundo. Airbnb, exemplo de economia colaborativa, uma plataforma com mais de 2 milhões de acomodações, também considerada maior hotel do mundo.

Easy Taxi, um dos grandes exemplos de startups de sucesso do Brasil.

Eventbrite, uma plataforma de tecnologia para eventos, que possui mais de 170 integrações para impulsionar a venda de ingressos, inscrições e a promoção de eventos.

A startup “Broota” que é uma plataforma de investimento colaborativo que conecta investidores com empresas inovadoras. Podemos citar várias…

Enfim, o sucesso de uma empresa, nos tempos atuais, está estritamente relacionado ao uso da tecnologia. Se apropriar dessa vantagem competitiva para ser o novo empreendedor da era digital.

Segundo pesquisa do SEBRAE, o turismo é o setor líder no Brasil, no ranking dos segmentos com criação de startups. Por isso é tão importante estar bem posicionado nesse mundo virtual, para ser encontrado mais facilmente pelos turistas, quando programam e pesquisam suas viagens pelos smartphones.

Você já tem projetos que possam dar respostaS aos desafios do Turismo, identificando as necessidades dos clientes e desenvolvendo soluções inovadoras?

Se não tem, faça parceria com startups para inovar. Esse tem sido o caminho até de grandes empresas. Ideias criativas na área de turismo inteligente podem gerar novos modelos de negócios.

Até o fim de 2018, o SEBRAE atuará em aproximadamente 70 projetos de Turismo Inteligente, em 19 estados brasileiros. Um dos objetivos é aproximar empresas turísticas às startups e às empresas de tecnologia da informação (TI). Também desenvolver um conjunto de ações específicas para cada território, com o objetivo de transformá-los em destinos turísticos inteligentes.

A inteligência dos destinos turísticos consiste em proporcionar experiência turística autêntica, dispor de uma governança com novos processos e soluções inovadoras de gestão, contribuir para a sustentabilidade dos destinos turísticos e implementar soluções tecnológicas.

É fácil perceber que vivemos uma transição entre a economia tradicional e a economia colaborativa, onde os bens e os lucros são compartilhados. Bem que a hotelaria, os receptivos, a mobilidade urbana, os eventos, o transporte turístico, poderiam ser inovadores e criativos!

Segundo Estudo da Fundação Getúlio Vargas, o Brasil abriga quase 20% das mais de 200 aceleradoras de startups do mundo. Esses programas de aceleração, incluem capacitação, suporte de uma pessoa capacitada e com experiência no assunto, investimento de capital, visando intensificar o ritmo de crescimento dessas startups, nos primeiros anos de vida.

Start Up Farm é uma das maiores aceleradoras de startups da América Latina. Entre seus principais propósitos estão a desburocratização do processo de abertura de empresas e  incentivos tributários.

Um programa de criação e aceleração de startups para o turismo, visa potencializar o desenvolvimento de inovação e empreendedorismo, por meio da criação de novas empresas, com produtos e serviços inovadores, focados no setor de turismo.

O programa estadual Startup Bahia, de empreendedorismo e inovação é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação. O programa visa integrar as ações das diversas secretarias e órgãos com esta temática, de forma a garantir efetividade na gestão dos recursos e potencializar e fortalecer o ecossistema de inovação tecnológica.

O Tourism Explorers é outro exemplo de programa de concepção e aceleração que tem como principal objetivo o desenvolvimento de inovação e do empreendedorismo em Portugal, por meio do apoio à criação de novas empresas com produtos e serviços inovadores focados no setor do turismo.

Com os exemplos de programas de aceleração de startups, deixo a dica para a implementação dessa nova política pública, no estado da Paraíba, em parceria com a Câmara Empresarial de Turismo, Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Criativos e Inovadores de Campina Grande – ITCG, SEBRAE/PB e outras entidades.

24058690_10214379786586112_1360129016462366419_n

 

Regina Medeiros Amorim
Mestre em Visão Territorial e Sustentável do Desenvolvimento, Pós graduada em Gestão e Marketing do Turismo, Gestora de Turismo do SEBRAE – Paraíba.

*O conteúdo desta matéria é de propriedade intelectual do (a) autor (a), e não reflete, necessariamente, a opinião do O Concierge.
*Esta plataforma destina-se ao debate sobre o conteúdo publicado apenas para fins informativos e de entretenimento.
*O usuário é o único responsável pelo que escreve em seu comentário, de modo que responderá integralmente por qualquer ofensa a direitos de terceiros que seu comentário possa causar.