No último dia 31, o Templo de Salomão,  propriedade da Igreja Universal do Reino de Deus, em São Paulo, foi inaugurado e conseguiu reunir mais de 10 mil convidados, entre eles importantes personalidades como a presidente Dilma Roussef, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin e o prefeito de São Paulo, Fernando Hadad. A inauguração aberta ao público em geral, no entanto, acontece no próximo dia 22 de agosto.

Luciane Leite, diretora da SPTuris, falou ao Diário do Turismo sobre o impacto turístico que o templo pode proporcionar a São Paulo. “A instalação deste templo, no Brás, irá fortalecer ainda mais o turismo religioso em nossa cidade. São Paulo já é conhecida pela sua diversidade religiosa, abrigando inúmeros espaços de diversas religiões, como a Catedral da Sé, Mosteiro de São Bento, Santuário do Padre Marcelo Rossi, entre outros não menos importantes”, afirma a diretora.

Algumas pessoas que, direta ou indiretamente, têm suas vidas influenciadas pelo Templo.

Maurício de Freitas possui um bar numa esquina ao lado do Templo de Salomão. Ele não acredita que haverá benefícios com a inauguração, mas que os custos dos imóveis se elevará:  “Nosso bairro foi, e será muito valorizado, fazendo com que o valor do aluguel do meu estabelecimento suba. Mesmo com aumento no fluxo de clientes, até mesmo turistas, isso (o Templo) não irá suprir o aumento de custo, até porque, aqui, na região, a concorrência é grande”, diz.

Em contrapartida, Neli Silva (40), que está para inaugurar uma lanchonete na mesma rua do bar do Maurício, afirma que a região só tem a crescer e melhorar com a inauguração do templo. “Antes de construírem esse ‘monumento’, essa rua era muito mal cuidada, o terreno abandonado era lugar para as pessoas jogarem lixo. Agora, não. Com o Templo de Salomão, a quadra ficou iluminada, temos uma das maiores igrejas do mundo aqui, acredito que isso não causará nenhum impacto negativo”, afirma.

Frutos do Templo

A lanchonete de Neli já tem nome: “Frutos do Templo”.  Essa escolha, segundo ela, reflete os momentos de dificuldade que ela viveu e hoje está dando a volta por cima. “Passei por uma fase muito difícil nos últimos anos e a ideia de começar um negócio só meu surgiu num momento em que eu mais precisava. Acredito em Deus. Ele me deu muita força para superar minhas dificuldades, e tenho certeza que o fato de o meu estabelecimento estar localizado ao lado de um local sagrado me trará apenas coisas boas”, afirma com alegria.

Perfill do Turista 

Segundo Luciane Leite, o perfil do turista religioso é de excursão, que vem em caravanas de ônibus e costuma retornar ao lugar de origem no mesmo dia. “De acordo com a Copastur (empresa de viagens corporativas) a estimativa é que para o Templo de Salomão se dirijam diariamente 250 ônibus e este número aumenta para 500 veículos aos sábados. As caravanas vêm do interior de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná”, adiantou a diretora da SPTuris.

Abertura ao público

A inauguração aberta ao público será realizada no dia 22 de agosto, em dois horários. Para se credenciar e participar do evento, é preciso comparecer ao Tempo de Salomão ou a qualquer igreja Universal e realizar um cadastro gratuito. A pessoa receberá uma pulseira correspondente ao horário que irá visitar o templo, a vermelha para o período da manhã (10h) e a verde para noite (19h).

TEMPLO DE SALOMÃO 

No complexo, que tem quase 74 mil m² de área construída, foram utilizados 28 mil m³ de concreto e quase 2 mil toneladas de aço. O prédio frontal tem 11 andares e mede 56 metros de altura. Já o prédio dos fundos tem cerca de 41 metros de altura.
Todo o piso do templo e o altar são revestidos com pedras trazidas de Israel. O altar traz a Arca da Aliança, descrita na Bíblia como o local em que Salomão construiu para guardar os Dez Mandamentos no primeiro Templo, em torno do século 11 a.C, em Jerusalém.
O complexo contará ainda com escolas bíblicas com capacidade para comportar cerca 1.300 crianças, estúdios de tevê e rádio, auditório, além de hospedagem para os pastores.
Os dois andares subterrâneos são de estacionamento, que conta com cerca de 1.200 vagas para veículos.
Na área externa, foi criado um memorial, no subsolo, com 250 metros quadrados e com o pé direito triplo integrado ao paisagismo por um espelho d’água.

Serviço:
Templo de Salomão
 (www.otemplodesalomao.com.br)

Diário do Turismo