São Paulo recebe título de Capital Ibero-Americana de Cultura Gastronômica

0
57
Coquetel para entrega do título a São Paulo, no estande da Embratur na FITUR 2018 / divulgação

A homenagem foi realizada no estande da Embratur na feira e contou com a presença de representantes do governo brasileiro, da Argentina e de demais associações internacionais

São Paulo passou a ser a Capital Latino-Americana da Cultura Gastronômica 2018. O título foi entregue (18) ao embaixador do Brasil em Madri, Antônio José Ferreira Simões, pelo secretário executivo do Ministério de Turismo, Alberto Alves, e pelo diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Lira, no espaço do Brasil na FITUR 2018 – Feira Internacional de Turismo de Madri.

De acordo com o representante da Embratur, este é um reconhecimento à qualidade e diversidade da gastronomia paulistana. Buenos Aires até então mantinha o título. “A capital paulistana é reconhecida nacional e internacionalmente pela sua diversidade gastronômica. Segundo pesquisa do Ministério do Turismo, em 2016, o nicho recebeu nota máxima de 97,5% dos turistas estrangeiros que visitaram a cidade”, afirmou Gilson Lira.

O secretário executivo do Ministério completou informando que a preferência por São Paulo foi mais do que a média do país, com aprovação de 95% dos visitantes internacionais. “É uma honra para o Ministério do Turismo participar desse evento da concessão de um título tão importante para uma cidade brasileira, que é considerada polo cultural e, agora, gastronômica. Esse fato, sem dúvida, contribui para que a gastronomia do Brasil, como um todo, seja um dos principais ativos do turismo nacional”, comemorou Alberto Alves.

O embaixador do Brasil em Madri, Antônio José Ferreira Simões, agradeceu e disse que é uma honra receber o título após Buenos Aires ter sido a Capital Latino-Americana da Cultura Gastronômica.

“É extremamente importante que o Brasil, na figura de São Paulo, seja homenageado com o título de Capital Latino-Americana da Cultura Gastronômica. A capital paulistana é uma síntese do que os imigrantes trouxeram. E a cultura ibero-americana ingressou na nossa vida e, inclusive, na gastronomia. São Paulo talvez seja a cidade que melhor possa representar o País nessa entrega, que nos honra muito, sucedendo uma cidade tão querida por nós, brasileiros, que é Buenos Aires. Depois de São Paulo, será Madri, por isso é tão importante que tomemos consciência”, afirmou o embaixador.

Após a entrega do título, os convidados, entre eles a imprensa internacional, e demais autoridades degustaram de coquetel com ingredientes típicos brasileiros, oferecido no estande da Embratur.

A designação “Capital Ibero-Americana da Cultura Gastronômica” é uma marca criada pela Academia Ibero-Americana de Gastronomia, para outorgar um reconhecimento de excelência gastronômica para um destino de um dos países com representação na entidade (Espanha, Portugal, Argentina, Brasil, Peru, México, Chile, Colômbia, e República Dominicana). As próximas serão Miami e, depois, Madri.

Em entrevista à agência EFE, o presidente da Academia Ibero-Americana de Gastronomia, Rafael Ansón, que também esteve presente na homenagem de hoje, lembrou que São Paulo foi selecionada por ser importante “eixo urbano, cultural e gastronômico. A cidade brasileira reúne tudo o que pode ser exigido a um nível gastronômico global”.

 

Embratur