Paulo Gaudenzi (à direita), presidente da Salvador Destination, e Jan Von Bahr, que colabora para a captação de integrantes à nova entidade
Representantes de 21 hotéis e duas empresas de eventos se juntaram e fundaram o Salvador Destination, escritório de negócios e eventos que vai promover a capital baiana como destino do turismo de convenções já a partir de 2015. A nova entidade foi apresentada à imprensa nesta segunda-feira (17), pelo presidente Paulo Gaudenzi, que também é diretor da GJP Participações e pelo empresário Roberto Duran, que ocupa a função de diretor institucional. Também integra a diretoria da Salvador Destination, Celso Ricci, que não participou da coletiva, pois estava em viagem.

Atualmente, Salvador ocupa a oitava colocação no ranking de turismo de eventos da ICCA – International Congress and Convention Association – . Até o fim dos anos 2008, a cidade figurava como terceiro principal destino e é esse resgate que será perseguido pelos executivos do Salvador Destination. “O grande objetivo é trazer negócios para Salvador. Os hotéis se reuniram e, pelas dificuldades enfrentadas, resolvemos fazer essa programação de busca de eventos, convenções e seminários, que refletirão positivamente na ocupação dos hotéis”, afirmou Gaudenzi.

A meta inicial para 2015 é que sejam captados dez eventos de pequeno e médio porte para a capital baiana. O passo inicial é a reunião que será realizada na próxima quinta-feira (20), quando os integrantes da diretoria da Salvador Destination terão um encontro com representantes de 50 entidades médicas, que realizam eventos e simpósios por todo o Brasil. “A nossa intenção é buscar eventos junto a esses parceiros, apresentando a nossa proposta de trabalho. A área médica promove encontros importantes, que trazem turistas de alto poder aquisitivo e esse é o nosso foco”, completou Paulo Gaudenzi.

Salvador conta com cerca de 39 mil leitos e a média mensal atual de ocupação hoteleira é de 55%. “Vamos mostrar ao mercado a nossa capacidade de organizar e sediar eventos, bem como a nossa estrutura. Pretendemos ampliar o número de associados, convidando shoppings, transportadores, empresas de tradução simultânea, Arena Fonte Nova, dentre outros possíveis parceiros”, disse Roberto Duran, diretor institucional do Salvador Destination.

De acordo com pesquisa coordenada pela Abeoc – Associação Brasileira de Empresas de Eventos –, o setor movimentou R$ 200 bilhões em 2013, ano em que foram realizados 590 mil eventos em todo o país, reunindo mais de 202 milhões de participantes. Ainda segundo o relatório, nos últimos 12 anos, o setor vem crescendo a uma taxa de 14% ao ano.

Fonte: M7E
Foto: Divulgação