O projeto Sabadinho Bom, que dedica às tardes de sábado aos gêneros fundadores da Música Popular Brasileira, o chorinho e o samba, agregará neste mês um tempero regional favorecido pelo clima junino: o forró. As atrações deste dia 7 são Joab do Sax, veterano de outras edições, e o forrozeiro Didi Machado. As apresentações, gratuitas, começam às 11h30 na Praça Rio Branco, no Centro.

“A Paraíba é o berço das mais variadas manifestações da cultura popular, sendo o forró a sua arte mais difundida. O ritmo é, por lei, patrimônio imaterial da Capital. Por isso convidamos os artistas regionais para incrementar as nossas apresentações”, disse Bebé de Natércio, coordenador de Música da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Abrindo as apresentações, Joab Sobreira de Andrade, o Joab do Sax, vai apresentar para o público versões eternizadas do choro escritas por Jacob do Bandolim (“Gostosinho” e “Noites cariocas”), Waldir Azevedo (“Brasileirinho”), Severino Araújo (“Espinha de bacalhau” e “Um chorinho para você”), Pixinguinha (“Carinhoso”), Cartola e Vinicius de Moraes.

Ele começou a trajetória musical no saxofone aos 12 anos, em Uiraúna (PB). Participou de vários grupos musicais do Sertão, como o Quarteto Luz de Saxofones, os Originais do Forró e a Orquestra Uiraunense de Frevo. O contato com a pluralidade rítmica regional o encaminhou para a seara popular. Em João Pessoa, aprimorou-se no estudo dos instrumentos de sopro com os saxofonistas Arimatéia Veríssimo (Teinha) e Heleno Feitosa (Costinha).

Em 2008, lançou o primeiro CD solo instrumental, “Não desanime”, com releituras famosas do choro, baião, forró e frevo de nomes como Pixinguinha, Abel Ferreira e Severino Araújo. Também participou da Semana do Músico de João Pessoa, em 2012, e integrou a Camerata Popular da Paraíba. Tocou ainda ao lado de Diana Miranda e compôs a Orquestra PB Pop, do maestro Rogério Borges, e a Banda Filarmônica José Siqueira, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Didi Machado – O sergipano, radicado há mais de 15 anos na Paraíba, canta MPB e forró desde 2008. Para o show deste Sabadinho, Didi convoca toda a população para formar um grande arrasta-pé na Praça Rio Branco, com direito a xote e forró pé de serra no repertório.

“Vão ser duas horas embalando sucessos de Luiz Gonzaga, Alceu Valença, Chico César e canções autorais no ritmo nordestino”, promete. Ele tocará ao lado de Birino (sanfona), João do Triângulo e Dil (zabumba).