Rio de janeiro tem papel de destaque na WMT em Londres

0
27
divulgação

Embratur leva destinos e atrativos turísticos brasileiros à maior feira do turismo do mundo, a WTM, em Londres

Após o sucesso dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o que ajudou a atrair mais de 200 mil turistas do Reino Unido para o País em 2016, o Brasil se prepara, mais uma vez, para receber visitantes de todo o mundo. De 06 a 08 de novembro, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) estará presente na 38ª edição da WTM Londres. A capital fluminense será um dos destinos em destaque durante a programação do evento.

Junto com representantes do Rio Convention & Visitors Bureau, o Instituto apresentará o calendário de eventos da cidade; notícias sobre o destino turístico, como o aumento no número de voos em direção ao Rio e a procura pelo próximo réveillon estarão na pauta dos diversos encontros com jornalistas, agentes de viagem, operadoras e representantes de empresas aéreas. Uma das ações em que se espera um grande efeito favorável será o encontro com 25 influenciadores digitais ingleses ligados ao turismo, em um bar brasileiro em Londres.

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, realizará, ainda, palestra em simpósio, promovido pela IHIF (International Hotel Investment Forum). O evento, que será promovido no dia 7, contará com a participação de Carlos Vogeler, diretor executivo da OMT. O painel que terá a participação de Lummertz debaterá como os governos têm trabalhado os setores do turismo, para transformar os destinos em atrativos turísticos de sucesso.

“O Rio de Janeiro é o destino mais procurado a Lazer pelos ingleses, de acordo com a Demanda Turística do Ministério [do Turismo]. A capital fluminense é a porta de entrada do Brasil, por isso, é fundamental darmos suporte e subsidiar o trade internacional com dados e informações dos atrativos da cidade”, comenta o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, que estará presente na feira.

Além do Rio de Janeiro, os seguintes destinos estarão presentes no estande do Brasil na WTM: Amazonas, Bahia, São Paulo (Caraguatatuba), Paraná (Cataratas do Iguaçu), Manaus, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul (Pantanal e Bonito), Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Bahia (Salvador).

A Embratur apresentará a grande diversidade do Brasil em um estande de 360m2, onde os visitantes serão convidados a aproveitar as atrações culturais expostas, bem como a degustações diárias da gastronomia brasileira. Além dos representantes dos destinos turísticos, também estarão presentes no espaço brasileiro 35 empresas privadas.

Mais Rio, Mais Brasil

A Embratur apresentou em agosto deste ano uma proposta concreta para que o Rio de Janeiro se destaque como grande destino turístico do Brasil. A partir da edição da portaria 82/2017, a ação “Mais Rio, Mais Brasil”, que integra o programa “Brasil Mais Turismo”, do Ministério do Turismo, prevê, a priori, participação do Rio de Janeiro em todas as ferramentas de promoção e apoio à comercialização organizadas pelo Instituto para os próximos cinco anos (2018 a 2022).

Também será garantida a oportunidade de presença do Rio nas feiras internacionais de turismo em que a Embratur participe, com isenção de pagamento de inscrições. Essa presença significa uma exposição potencial do Rio de Janeiro para público estratégico estimado em mais de 3,2 milhões de pessoas no período. Além disso, a ação vai beneficiar o destino nas estratégias de comunicação do Instituto, com destaque em campanhas publicitárias, posicionamento digital, press trips, famtours, entre outros.

Outra ação desenvolvida em conjunto com órgãos governamentais e a iniciativa privada é o “Rio de Janeiro a Janeiro”. Lançada em setembro de 2017, foi apresentado um calendário anual de eventos culturais, esportivos e turísticos com grande capacidade de impulsionar a economia local.

A intenção é de que o calendário de eventos possa impactar positivamente a atração de turistas e de investimentos para o Estado e para o País. Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que um aumento de 20% na quantidade de turistas deve injetar R$ 6,1 bilhões na economia fluminense e gerar 170 mil empregos.