O belo dia de sol, a música, a dança, as artes e a gastronomia brasileira proporcionaram aos visitantes do famoso Jardin d’Acclimatation um clima tipicamente brasileiro

“Magnifique e fantastique” foram alguns dos adjetivos ouvidos na abertura da exposição Sensacional Brasil que ocorreu no sábado 12, no Jardin d’Acclimatation, em Paris. O evento, uma parceria da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) com a administração do Jardin, leva a cultura brasileira aos franceses.

O primeiro dia da exposição foi um sucesso e atraiu uma multidão de parisienses ao gramado do Jardin. Além do francês e do português, podia-se ouvir muitos outros idiomas como inglês, alemão, espanhol e línguas nórdicas e asiáticas, o que demonstra que a ação para o público final atingiu muito além dos franceses.

“Queremos apresentar o Brasil para as famílias franceses e também para o vasto e diferenciado público que frequenta o Jardin. Com essa exposição, trazemos a rica e diversa cultura brasileira à França e temos certeza que esse público terá muita vontade de conhecer o Brasil”, afirmou Marco Lomanto, diretor de Produtos e Destinos da Embratur.

O tradicional Jardin recebe cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano e cerca de 400 mil apenas no mês de abril, quando são realizadas exposições focadas em um só país. “Depois do Japão, do Marrocos e de muitos outros países, percebemos que faltava um dos gigantes mundiais: o Brasil. Porém, aguardamos o melhor momento para trazer esse magnífico país. E o momento é agora, quando faltam poucas semanas para a Copa do Mundo”, ressaltou o presidente do Jardin, Marc-Antoine Jamet.

O ex-jogador Rai, uma personalidade na França desde que atuou na equipe do Paris-Saint German, também esteve presente na cerimônia de abertura da Sensacional Brasil. “Temos vários aspectos do Brasil para divulgar e essa exposição está mostrando isso, que o Brasil vai muito além do futebol e da praia”, afirmou.

Em 2012, o Brasil recebeu 218 mil turistas franceses, o que coloca a França no oitavo lugar do ranking de países que mais enviam turistas ao Brasil. “O número de turistas franceses cresce em torno de 5% anualmente no Brasil. Mas queremos que esse aumento seja maior a cada ano. E creio que com essa pequena mostra da diversidade brasileira, conseguiremos atrair cada vez mais os turistas franceses”, disse o secretário Nacional de Políticas de Turismo, do Ministério do Turismo, Vinícius Lummertz.

A “Caixa Mágica”, espaço criado pela arquiteta brasileira Daniela Busarello especialmente para a Embratur, recriou no Jardim um perfeito clima tropical. Sons de pássaros das florestas amazônicas e das cachoeiras de Foz do Iguaçu, além de dezenas de espécies de plantas que são encontradas apenas no Brasil, fizeram os visitantes entrar numa viagem sensorial pelo País.

Enormes filas se formaram em frente à barracas que vendiam feijoada, acarajé e doces brasileiros. Enquanto a multidão chegava ao Jardin, o artista plástico paranaense Rimon Guimarães produzia uma tela com o nome da exposição. A obra “Gioco” do designer Zanini de Zanine fez enorme sucesso com os pequenos visitantes do parque, já que lembra cavalinhos. As crianças não hesitaram em montar na obra e se divertir como se os Giocos fossem brinquedos.

Os grupos AfroLata, Balé de Rua, os bonecos de Olinda e o cantor Ed Motta animaram o público e fizeram do sábado parisiense uma bela jornada “a la brésilienne”.

Também estiveram presentes na abertura da Sensacional Brasil o representante da Embaixada Brasileira em Paris, Achilles Zaluar, o representante da prefeitura de Paris, Jean-François Martins e representantes dos estados onde a França irá jogar a primeira fase da Copa do Mundo.

ASCOM/Embratur