A Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) deu início, ao serviço de escoramento, limpeza  e isolamento   do prédio do Cassino Eldorado, cuja parte da estrutura  desabou no último dia 3 de julho. A PMCG está realizando o trabalho de forma emergencial para que seja afastado o perigo de novos desabamentos e a estrutura do prédio seja salva.

Segundo o secretário  de planejamento  do Município, Márcio Caniello a prefeitura, sob determinação do prefeito Romero Rodrigues, não vai deixar de realizar a restauração e reconstrução do edifícil , para a criação do Memorial da Feira.

“A restauração do Eldorado já estava prevista no Projeto de Requalificação da Feira Central. Mesmo com o desabamento, essa proposta será mantida. A prefeitura já está adiantando o processo de desapropriação do prédio para que possamos agilizar o serviço”, destacou o secretário .

Esse trabalho emergencial custará R$ 17 mil aos COFRES do Município e tem previsão  de ficar pronto em sete dias. As cinco pessoas que insistiam em permanecer morando no Eldorado foram encaminhadas para outro local dentro da feira, cujo aluguel será pago pela Secretaria de Assistência Social (Semas).

O projeto de requalificação da Feira Central já se encontra na Caixa Econômica Federal , esperando apenas os trâmites burocráticos para liberação da verba e início da licitação. A recuperação do Eldorado constará da segunda etapa da requalificação, e será feita através de Parceria Público Privada (PPP), já que, de acordo com o secretário de planejamento , a primeira etapa contemplará áreas públicas e imóveis já desapropriados.