Prefeito de João Pessoa visando atração de novos empreendimentos, concede incentivos fiscais para Polo Turístico Cabo Branco

0
156
Distrito Industrial do Turismo, João Pessoa (PB) - Foto: Divulgação

Dando sequência ao plano de competitividade e de atração de novos negócios para a cidade, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, encaminhou à Câmara de Vereadores, nesta sexta-feira (15), projeto que garante a concessão de incentivo fiscal para fortalecer o desenvolvimento do Polo Turístico do Cabo Branco. A exemplo do que fez com empresas ligadas ao setor de tecnologia e à instalação de call centers, o gestor reduziu à  menos da metade o Imposto Sobre Serviços municipais (ISS), que passará de 5% para 2% para novos empreendimentos na região.

O projeto para o desenvolvimento do Polo Turístico do Cabo Branco foi iniciado ainda durante a década de 1980. Pela primeira vez, em mais de 30 anos, a Prefeitura de João Pessoa concede incentivos para atrair hotéis e novas empresas de serviços nesta região. “Como nunca havia sido feito, a Prefeitura está honrando a sua parte, concedendo incentivos fiscais para o Polo Turístico. João Pessoa é hoje uma cidade vocacionada para a atração de novos negócios, reconhecida como a segunda melhor cidade para se investir no Nordeste”, apontou Luciano.

Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo - Foto: Divulgação
Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo – Foto: Divulgação

Durante o anúncio do incentivo, no Centro Administrativo Municipal (CAM), o prefeito lamentou que o importante conjunto de obras do Polo do Cabo Branco não tenha sido destravado. “Fizemos um planejamento e um esforço fiscal que nos permite agora dar uma contribuição importante ao desenvolvimento do Polo”, ressalta. “Estamos inclusive contribuindo para desfazer parte desse entrave histórico. Esperamos que todos os procedimentos previstos na concepção do polo sejam concluídos, sempre com respeito à legislação, e com o compromisso de gerar novos empregos e oportunidades na Capital”, atestou.

Polo – A área de mais de 260 hectares foi loteada com 19 terrenos destinados à implantação de serviços turísticos, principalmente hotéis. “Esse é mais um passo importante para garantir a construção de novas centralidades econômicas na cidade, fortalecendo o turismo. Com esse passo, a gestão municipal segue atraindo novos investimentos, como sempre tem feito”, reforça a secretária de planejamento, Daniella Bandeira.

Secom JP