Pernambuco une Turismo e saúde em plataforma para ser referência

0
190
Praia de Boa Viagem, Recife (PE) - Imagem: Divulgação

Pernambuco quer mais turistas internacionais

Marcos Martins

O Estado de Pernambuco, considerado o segundo maior polo médico do Brasil, unirá saúde e Turismo, a partir de uma iniciativa privada com apoio público e parceria de diversas instituições. O Pernambuco Healthcare será o primeiro cluster de Turismo de Saúde do Brasil e o lançamento acontece amanhã (17), às 17h, no lounge da Hospital Med, no Centro de Convenções de Pernambuco.

A plataforma será toda on-line, disponível nos idiomas português e inglês. A ideia é prospectar o turista de saúde, especialmente o internacional, reforçando que o Estado é o principal destino de saúde do Brasil. No sistema, o paciente poderá realizar buscas por pacote de procedimento como também poderá contratar serviços de transporte e lazer.

O primeiro a integrar a iniciativa é o Real Hospital Português, maior complexo do Norte e Nordeste, que já dispõe de um Núcleo de Pacientes Internacionais e recentemente foi acreditado pela JCI (Joint Commission International).

A iniciativa é uma realização da Alianza Global Health Care com o Sindicato dos Hospitais de PE e apoio da feira Hospital Med, da Federação Brasileira de Hospitais, Recife Convention & Visitors Bureau, ABAV-PE, ABIH-PE, Prefeitura do Recife e do Governo de Pernambuco.

De acordo com a CEO e fundadora da Alianza, Danielle Nogueira, o foco será na venda de pacotes para cirurgia plástica – o Brasil é o segundo país com mais intervenções no mundo – e tratamentos odontológicos. “A qualidade do corpo médico, os hospitais com padrão internacional e os preços competitivos são diferenciais para o sucesso do cluster”, afirma Danielle.

A executiva reforça também que a expectativa é de que o turismo de saúde movimente mais de US$ 439 bilhões no mundo com um crescimento esperado de até 25% ao ano nos próximos dez anos. Além disso, o Brasil tem, em média, um custo 40% inferior ao praticado em cirurgias plásticas no exterior.

Segundo a presidente do Recife Convention Bureau, Marta Freitas, a localização geográfica estratégica também deve estimular o Turismo de saúde em Pernambuco. “O Recife tem uma privilegiada malha aérea com voos internacionais diretos para os Estados Unidos além de conectividade com várias outras cidades internacionais na Europa, África e América Latina. Além disso, temos como valor agregado o litoral de belas praias, a cultura e a gastronomia”, completa.

Assessoria