Pequenos negócios recebem incentivo para inovação industria

0
81
Imagem: Divulgação

Sebrae apresenta a empresários dois contratos que subsidiam projetos inovadores

Pequenos negócios que querem investir em inovação industrial poderão se beneficiar com dois contratos assinados entre o Sebrae, Senai e Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial). Os modelos e detalhes desses contratos foram apresentados na tarde desta quinta-feira (6) a cerca de 40 empresários paraibanos pelo analista técnico da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae Nacional, Agnaldo Dantas, e pelo diretor da unidade Embrapii na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Hyggo Almeida. Através das parcerias destas instituições, os empresários terão subsídios do Sebrae para colocarem em prática projetos inovadores de base industrial.

A parceria entre o Sebrae o Senai irá beneficiar projetos de até R$400 mil, em duas modalidades: inovação tecnológica para microempreendedor individual (MEI), micro e pequena empresa (MPE) ou startup; e empreendedorismo industrial, realizado junto com uma média ou grande empresa. Os projetos podem ser apresentados ao Sebrae a qualquer momento e são selecionados três vezes ao ano. A próxima seleção em 2017 acontecerá no dia 24 de julho. No final do ano, haverá mais um ciclo de seleção.

“Não adianta ter uma excelente ideia e não conseguir colocá-la no papel. É muito importante saber descrever o projeto e fazer um pequeno vídeo, com imagens e informações complementares”, disse Agnaldo Dantas. As informações sobre como apresentar os projetos estão no site editaldeinovacao.com.br.

Ele acrescentou que o empresário pode buscar ajuda do Sebrae para elaborar este projeto. “Um dos papeis do Sebrae é trabalhar a cultura da inovação empreendedora, por isso irá subsidiar parte desses projetos. A Paraíba tem um grande potencial e, no último edital de inovação, foi o Estado das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste que mais teve projetos aprovados”, completou o analista do Sebrae Nacional.

Já a parceria do Sebrae com a Embrapii se diferencia por não ser um edital. É um contrato assinado entre as duas instituições, em que o Sebrae banca até 70% do recurso financeiro que caberia ao empresário investir. Para aprovação do projeto, ele precisa ser apresentado a uma das 29 unidades credenciadas da Embrapii no país, de acordo com o tipo de tecnologia. Na Paraíba, a unidade está localizada em Campina Grande, na UFCG, e desenvolve projetos de software e automação.

“Esta parceria entre o Sebrae e a Embrapii vai fazer com que a indústria da Paraíba tenha mais chances para usufruir desses recursos que já existem. Atualmente, nossa unidade em Campina Grande desenvolve 64 projetos, mas cerca de 90% são de empresas de outros Estados, sobretudo do Sul e Sudeste”, disse Hyggo Almeida.

Ele explicou que as empresas paraibanas interessadas devem apresentar seus projetos à unidade da Embrapii, na UFCG. “Em uma conversa, o empresário apresenta seu projeto, vemos se há viabilidade, inovação e então ele é aprovado ou não. A unidade da Embrappi já está com esses recursos”, completou o diretor. Os projetos podem ser de R$80 mil a R$5 milhões.

Agnaldo Dantas salientou aos empresários que os recursos do Sebrae para subsidiar esses projetos contemplam empresas de todo o país. “Então, quanto mais rápidos e competentes vocês forem, mais chances terão de conseguirem recursos para seus projetos”, disse o analista do Sebrae Nacional aos empresários paraibanos.

Assessoria