Parapente em Natal. Crédito: Divulgação Embratur

Consolidada entre os destinos nacionais mais procurados por brasileiros e estrangeiros, Natal também é conhecida como a Cidade do Sol

Por Geraldo Gurgel, enviado especial a Natal

As belezas naturais, a gastronomia regional e os atrativos culturais fazem de Natal um destino completo. Difícil é escolher entre tantas opções. A dica é começar pelas praias urbanas, desde a Redinha, mais popular e com cara de vila de pescadores até Ponta Negra – mais badalada de dia ou à noite –, e conhecida pelo famoso Morro do Careca. Nessa faixa do litoral potiguar, o visitante encontra uma infinidade de opções de passeios, da jangada aos mais sofisticados ou, se preferir, simplesmente relaxar ao sol e ao som da música regional. Também é possível degustar petiscos e pratos da cozinha local, com influência sertaneja e a base de frutos mar. E o melhor, tudo isso sem precisar tirar o pé da areia.

Ainda na área urbana, uma vista ao Forte dos Reis Magos (1598), que deu origem a cidade, e ao centro histórico com seu casario antigo, monumentos, museus e igrejas seculares, leva o visitante aos mais de 400 anos de uma cidade que cresceu e fez história na esquina do continente. O artesanato local é rico e variado, facilmente encontrado nos centros especializados em produtos regionais espalhados pelos locais mais turísticos da capital. Basta se afastar um pouco, ao sul e ao norte de Natal para continuar nessa viagem de descobertas de cenários intercalados por rios, dunas, lagoas e surpresas em cada pausa.

Passeios de jangada pelo Litoral potiguar - Foto: Embratur (Divulgação)
Passeios de jangada pelo Litoral potiguar – Foto: Embratur (Divulgação)

No litoral norte de Natal, Genipabu é um exemplo dessa combinação e seus atrativos podem ser explorados de buggy ou dromedário. Na mesma rota, Pitangui e Jacumã oferecem mais opções com tirolesas, skybunda e outras invenções criativas que quase sempre terminam com o turista caindo na água. Mais adiante, Maracajaú é destino de mergulho nos bancos de corais afastados da praia. E se o tempo permitir, não deixe de esticar o passeio até Touros, São Miguel do Gostoso e Galinhos. São destinos ainda pouco explorados, mas tão belos e atrativos quanto os mais badalados.

Ao sul da capital, pertinho de Ponta Negra, está a praia de Pirangi com seu cajueiro gigante, o maior do mundo. O dia pode ser mais completo com uma pausa na Barreira do Inferno, base de lançamento de foguetes e as falésias na praia de Cotovelo.  Passeios de barco com mergulho nos parrachos fazem parte do roteiro. Mais ao sul, Búzios, Tabatinga e a Lagoa de Arituba aguardam o visitante, cada uma com seu chame e encantos para surpreender o turista. Bares, restaurantes e tendas de artesanato convidam para pausas providenciais para um petisco, aperitivo ou refeição completa.

Ainda mais ao Sul, de buggy ou pela BR-101, chega-se a Pipa, um destino de sol e mar completo. Assim como em Natal, a praia e arredores visitados por turistas do mundo inteiro têm opções e passeios para esticar a permanência por mais de um dia. Muitos até fazem o contrário: escolhem Pipa como destino e de lá partem para outras praias, inclusive Natal.

Ascom MTur

Fotos: Divulgação