Parceria põe Elo como forma de pagamento da Aerolíneas

0
74
Modalidade de pagamento em 12 vezes sem juros pesou na decisão de firmar a parceria - Imagem: Divulgação

A Aerolíneas Argentinas deu mais um passo em busca de conquistar os brasileiros. Responsável por 90 voos semanais entre Argentina e Brasil, a companhia aérea fechou uma parceria com a administradora de cartões de crédito e débito Elo, com o objetivo de oferecer um meio de pagamento próximo à realidade nacional.

“Trabalhamos por três meses para implementar o sistema Elo em alguns de nossos canais e, desde o final de junho, disponibilizamos a bandeira no call center, site e em nossos escritórios no Brasil”, disse o gerente geral da Aerolíneas para o Brasil, Gonzalo Romero. Ele ainda admite que a possibilidade de pagamento em até 12 vezes sem juros e o crescimento da bandeira, criada em 2010, pesaram na decisão de realizar a parceria.

gerente geral da Aerolíneas Argentinas para o Brasil, Gonzalo Romero - Imagem: Divulgação
gerente geral da Aerolíneas Argentinas para o Brasil, Gonzalo Romero – Imagem: Divulgação

Segundo Romero, o próximo passo será incluir a empresa brasileira como forma de pagamento para compras feitas via agências de viagens. Já a integração com os sistemas Sabre e Amadeus está prevista para acontecer nos próximos quatro meses.

Outra novidade que pode chegar ao Brasil é um aplicativo próprio da aérea argentina, uma vez que o próprio gerente confirma que a empresa já trabalha para viabilizar um app como novo canal de vendas mobile.

Temporada de neve

O período de férias escolares, em julho, motivou a companhia a pular de 90 para 120 voos semanais entre Brasil e Argentina, incluindo uma nova rota diária entre Curitiba e Buenos Aires. Já Bariloche e Ushuaia tiveram um aumento de oferta de 100% e 92%, respectivamente, em relação à baixa temporada.

“Os nossos pilares de crescimento no Brasil estão baseados em melhorar a experiência do passageiro, seja no serviço ou no atendimento, assegurar a pontualidade e renovar a frota constantemente”, finalizou Gonzalo Romero.

Panrotas