Cidade de João Pessoa. Foto: Cacio Murilo

Aproveite a passagem da tocha pelo estado e vivencie alguns dos principais passeios náuticos da capital João Pessoa

Por Thaís Ribeiro e Pedro Fideles

No segundo dia do revezamento pela Paraíba, a Tocha Olímpica percorrerá os municípios de Guarabira e Sapé até chegar à capital João Pessoa. A cidade tem um litoral apreciado pelas praias banhadas por águas mornas e uma cultura local reconhecida por atrativos religiosos e as festas de São João. A passagem do símbolo olímpico por Guarabira será marcada pela visita e parada para fotos no Santuário de Frei Damião, localizado a três quilômetros da cidade, que preserva a terceira maior estátua do país.

O segundo destino do dia será o município de Sapé. Lá, a Reserva Particular de Patrimônio Natural Fazenda Pacatuba destaca-se entre os atrativos naturais da cidade por preservar a biodiversidade da zona da mata paraibana. A última parada desta sexta-feira (03) será em João Pessoa, conhecida como “Porta do Sol”, devido ao fato de, no município, estar localizada a Ponta do Seixas, que é o ponto mais oriental das Américas. Lá amanhece bem cedo, é o lugar “onde o sol nasce primeiro nas Américas”.

O litoral paraibano é considerado um dos mais belos do país. São 138 quilômetros de extensão, com 55 praias naturais e urbanizadas, de areias claras, com mar verde-azulado, incrementado por suaves enseadas, coloridas falésias e coqueiros. Ao sul, o litoral paraibano faz limite com Pernambuco, e, ao norte, com o Rio Grande do Norte. 

E para quem deseja conhecer mais o litoral sul paraibano é imprescindível reservar um espaço na agenda de viagem para visitar algumas das mais belas praias do Brasil. Existem várias opções de passeios de barco às piscinas naturais próximas à João Pessoa. Conheça João Pessoa pelo mar:

Piscinas do Seixas

Piscinas do Seixas. Foto: Cacio Murilo
Piscinas do Seixas. Foto: Cacio Murilo

Há apenas 500 metros da costa da praia do Ponta do Seixas (próximo ao Ponto Extremo Oriental das Américas) é possível chegar a um imenso banco de corais, cobertos pela água do mar, que ficam visíveis quando a maré está baixa. São as maiores piscinas de corais do litoral paraibano, de água morna e cristalina. É um ambiente perfeito à pratica de mergulho livre, atividade que permite ao turista visualizar peixinhos coloridos e outros animais marítimos. As embarcações oferecem serviço de bar, visão panorâmica e banheiros. O horário de saída para o passeio depende da maré e dura, aproximadamente, duas horas e trinta minutos.

Piscinas Naturais de Picãozinho  

Foto: banco de imagens/Embratur
Foto: banco de imagens/Embratur

Há aproximadamente 1 quilômetro da costa, em frente à praia de Tambaú, as piscinas naturais de Picãozinho também surgem em maré baixa. Elas se formam entre um banco de corais, cobertos pela água do mar, criando rasas piscinas naturais de águas transparentes que permitem a visualização de peixes e crustáceos. É um ambiente propenso à prática do mergulho. O horário de saída dos barcos-restaurantes, da praia de Tambaú para Picãozinho, depende sempre da maré.  No total, o passeio dura cerca de duas horas e meia.

Ilha de Areia Vermelha

Foto: Banco de imagens/Prefeitura de João Pessoa
Foto: Banco de imagens/Prefeitura de João Pessoa

A Ilha de Areia Vermelha é formada por um imenso banco de areia, de cor avermelhada, coberto pela água do mar, que fica visível quando a maré está baixa. Para conhecer a ilha você precisa ir até o município vizinho de João Pessoa, Cabedelo. As saídas das embarcações acontecem em frente à praia de Camboinha e praia do Poço. Areia vermelha fica a cerca de 1,5 quilômetro da costa. As suas águas transparentes e quentes formam piscinas naturais e são um convite ao mergulho para observação de peixes e corais. O passeio dura aproximadamente três horas.

INVESTIMENTOS – O Ministério do Turismo investiu, desde 2003, cerca de R$ 8,9 bilhões em obras de infraestrutura turística em municípios de todo o país. A Paraíba foi beneficiada com mais de R$ 412 milhões na construção de parques e praças; pavimentação de vias em locais turísticos, recuperação de patrimônio histórico e urbanização de orla, entre outras, em várias cidades do estado. Somente para João Pessoa são R$ 167 milhões em contratos. Uma das obras mais emblemáticas do MTur na cidade é o Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima.

REVEZAMENTO EM PARAÍBA  A tocha passará por sete cidades paraibanas. Para mais informações sobre o tour no estado e pelo Brasil, o Ministério produziu um mapa interativo, com roteiros e imagens dos destinos.

Diariamente, a Agência de Notícias do Turismo produz matérias a respeito do revezamento e de dicas dos destinos da tocha. No Twitter (@mturismo), o internauta pode acompanhar diariamente a cobertura do revezamento em tempo real. Acesse nossos conteúdos clicando nos banners abaixo:

Ascom MTur

Fotos: Divulgação