Da união de dois grupos musicais de João Pessoa, surge, em 2012, a banda Os Gonzagas. Com a mistura de artistas e influências musicais, o forró d’Os Gonzagas acontece de um jeito todo especial: com uma pegada jovem, mas sem deixar para lá a essência da música nordestina. É assim que os sete músicos dão vida à banda que, com apenas dois anos de formação, já possui grandes conquistas no currículo.

A banda é formada Yuri Gonzaga (voz e sanfona), Daniel Costa (voz e zabumba), Felipe Alcântara (voz e triângulo), Gonzaguinha (voz e guitarra), Carlos Henrique (sanfona), Hugo Leonardo (baixo) e Caio Bruno (bateria).

Como banda residente do Luz de Candeeiro, projeto que evidencia o forró autêntico em João Pessoa, Os Gonzagas ganharam destaque no cenário musical pessoense. A partir daí, já dividiram palco com artistas como Chico César, Lucy Alves e o Clã Brasil, Antônio Barros e Cecéu, Pinto do Acordeon e Totonho.

Os Gonzagas (Max Brito) 02

O lançamento do primeiro single, “Deixa o Vento Levar”, aconteceu no início de 2013 e logo foi  selecionado entre mais de 500 trabalhos para a coletânea “Music From Paraíba”. A música caiu nas graças do público e já foi ouvida mais de 5 mil vezes, apenas no canal oficial da banda.

O segundo single, “Ah Se Eu Fosse Dois”, recebeu o troféu de “Melhor Letra” no 13º Festival Nacional de Forró Itaúnas (Fenfit), maior evento de forró pé de serra do Brasil, que acontece no Espírito Santo. No festival, Os Gonzagas também ganharam o prêmio máximo da competição e foram eleitos como “Melhor Grupo Musical”.

No fim do mesmo ano, foi a vez da banda lançar o primeiro vídeo clipe. “Amor da Gota”, composição de Totonho, teve direito a clipe criado e produzido pela própria banda. No Youtube, o vídeo já bateu a marca de 5 mil visualizações.

Os Gonzagas (Max Brito) 03

Com a vitória no Fenfit, Os Gonzagas expandiram sua visibilidadepara outros estados. Com uma turnê no Sudeste, a banda fez seis shows entre Rio de Janeiro e São Paulo, se apresentando em locais famosos, como o Canto da Ema (SP) e Feira de São de Cristóvão (RJ).

De volta à Paraíba, os Gonzagas fizeram shows para os maiores públicos da sua trajetória: para 15 mil pessoas, durante a final do The Voice Brasil,quando Lucy Alves foi uma das finalistas e, em seguida, para 80 mil pessoas, na abertura do Extremo Cultural, programação que contou também com a cantora Lucy Alves no dia. Em seguida, Os Gonzagas se apresentaram no Muriçocas do Miramar, segundo maior bloco de arrasto do Brasil.

Assessoria

Fotos: Max Brito