Nathalia Bellar apresenta “Catavento” no projeto Cambada no Espaço Cultural

0
200
Intérprete e compositora, Nathalia Bellar - Imagem: Divulgação

Das inquietações da intérprete e compositora, Nathalia Bellar, conhecida por desnudar-se no palco, nasce o show Catavento. Trata-se de uma síntese da nova fase da carreira da cantora paraibana que abraça com amadurecimento e alegria o novo desafio de cantar o que é seu e dar voz a compositores paraibanos de gerações diversas. O show acontece no dia (18) de agosto, às 21h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira do Espaço Cultural e custa R$10 inteira e R$5 meia.

O projeto traz canções inéditas que estarão no primeiro disco da cantora Nathalia Bellar, incluindo as composições “Estranho Mundo“, “Samba Canção” e “Menina”, as duas últimas são parcerias suas com o compositor pernambucano Tino, do núcleo Flotilha em Alta-terra. No set do show também estarão composições exclusivas de parceiros, “Oceana” de Guga Limeira, “Lua”, com seu pai, Sérgio Roberto e “Catavento” de Chico Limeira, que intitula o show.

A proposta é misturar a força da ancestralidade nordestina com a suavidade da música brasileira contemporânea, com influência da música pop. As releituras são de composições marcantes dos artistas Totonho, Pedro Osmar, Jonathas Falcão e Chico César.

Os arranjos estão sob a responsabilidade do jovem músico e promissor produtor musical, Filipe Jonhne da Guia, na guitarra e bandolim; que trouxe de presente para esse trabalho Marcellus Alexandria, no baixo; e Mayara Ferreira, no violão cello. Completam o time os experientes e sensíveis, Herbert José, na bateria; e Jefferson dos Santos, na percussão.

“Esse é encontro de gerações subindo ao palco, unindo desejos e esperanças em dias mais luminosos para a arte, fazendo renascer canções dentro de canções atemporais. ‘Catavento’ é parto, é nascimento. É o movimento circular da vida e dos sonhos”, disse a cantora Nathalia Bellar sobre o projeto.

Mais que um show, “Catavento” é um convite ao mergulho íntimo e pessoal, com letras que falam das relações e inquietações humanas, como o amor e suas dores, as desilusões, alegrias, protestos contra as convenções sociais e os direitos pelos quais dão sentido às lutas diárias.

Serviço:
Show “Catavento” projeto Cambada
Quando: 18 de agosto de 2017 às 21h
Onde: Sala de Concertos Maestro José Siqueira – Espaço Cultural
Quanto: R$ 10 inteira e R$ 5 meia

Ascom Secult