Professor do Prima com o Professor e músico Tod Bowermaster

O professor e músico Tod Bowermaster, que atua na Sinfônica de Saint Louis, nos Estados Unidos, disse estar encantado com a participação dos alunos do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima) no 10º Festival de Música de Santa Catarina (Femusc). Vinte alunos do projeto estão, desde o dia 17, na cidade de Jaraguá do Sul participando do festival, que reúne professores e alunos de 30 países durante 14 dias.

“Conheci o Prima por meio do Alex [Klein]. Ele veio a minha orquestra e falou sobre o projeto, fiquei impressionado com a iniciativa. E agora tenho a oportunidade de encontrar muitos estudantes do Prima aqui no Femusc.  Acredito que a oportunidade desses estudantes vai muito além da música, treinos e ensaios”, ressaltou o professor.

Alex-Klein-270x166
Alex Klein

O maestro Alex Klein, reafirmou a fala do professor americano ressaltando o aspecto pedagógico, artístico e social do programa. “A inclusão social levada a sério. Desenvolve-se o talento, abrem-se as portas, e se coloca o indivíduo em um ambiente onde é possível conhecer culturas, professores, oportunidades e estimular a criatividade”, explicou o maestro, que também é diretor artístico do Festival.

Alunos tocando
Alunos tocando

Durante a tarde do sábado (24), nove alunos do Prima se apresentaram durante recital do Femusc Jovem: Erenilson Ferreira; Murilo Farias; Elaine dos Santos; Taiane Barbosa; Luan Pacheco; Valdecir Freitas; Moisés Souza; Josué Micael Araújo e Celso Ferreira Junior. Todos mostraram o talento adquirido no programa paraibano para o público que esteve presente no Teatro Sociedade Cultura Artística (Scar).

Luan - Itaporanga - PB
Luan – Itaporanga – PB

Para o estudante Luan Pacheco, que toca clarinete, estar no Festival de Música é a realização de um sonho. “Nunca tinha andado de avião, viajado sem os meus pais. Estar aqui aprendendo a tocar clarinete com músicos do mundo todo é a realização de um sonho. A gente conhece muita gente, aprende muito. O Prima é muito importante na minha vida”, disse Luan, que estuda no polo do projeto em Itaporanga.

Sobre o Femusc – O Festival acontece até o dia 31 com apresentações na cidade de Jaraguá do Sul e municípios da região. Informações podem ser obtidas no site www.femusc.com.br.

Fonte: Secom PB
Fotos: Divulgação