O ministro do Turismo, Vinicius Lages e o assessor da Avirrp, Normando Pierini

Durante a 18ª Avirrp 2014, o ministro do Turismo, Vinicius Lages, destacou que pretende aproximar o Ministério dos agentes de viagens. “Vamos apostar em estar mais perto dos agentes, como nós começamos efetivamente nesta feira e faremos na Feira Abav. Para que assim o Ministério possa usar sua inteligência de marketing de mercado para estar junto de quem está em canal direto com o turista. O ministério não pode vender direto, mas pode preparar e profissionalizar melhor os agentes de viagens. No segundo semestre está entre os desafios entregar uma política nacional de qualificação para o turismo”.

Durante a Feria Avirrp o MTur também contou com uma sala de capacitação para abordar temas como a tecnologia da informação. “É preciso que os profissionais de venda consigam mapear tendências e padrões de consumo. A tecnologia é uma aliada. Queremos dialogar com os agentes para saber quais novas capacitações nós podemos oferecer”.

O ministro também comentou que será lançado até o final do ano um novo portal que conversa com os profissionais do trade e também com o turista. “Quem sabe a partir daí poderemos criar uma universidade virtual do turismo. Não dá mais para ter um ministério ou associações que não tenham essa capacidade de articular com um mundo em rede, um mundo de informações”.

#PARTIUBRASIL

O MTur participou pela primeira vez de forma expressiva na feira Avirrp. Segundo o ministro Lages “a Avirrp é uma feira consolidada e nos interessa mantê-la viva”. Os agentes de viagens que visitaram o evento no último fim de semana no Centro de Eventos Taiwan, foram impactados com a enorme fachada com a hastag #PartiuBrasil, tema da nova campanha de promoção do MTur. Na parte interior, um espaço de 240 m² do MTur dava as boas vindas e explicava a fachada em painéis fotográficos com destinos nacionais. O objetivo da campanha é vender o Brasil para brasileiros.

“A campanha Partiu Brasil é uma estratégia de despertar o interesse do brasileiro em viajar pelo Brasil e ela é apenas o início. Esse frame #PartiuBrasil será combinado com material audiovisual, assim que pudermos voltar a fazer campanha publicitária na mídia e com isso estar sustentando a imagem do Brasil. Outro ponto é nos alinharmos com o privado”, comentou Lages.