MTur e Apex unidos pela atração de investimentos

0
20
Secretário Antônio Parente se reúne com presidente da Apex. Foto: André Martins / Divulgação

Representantes do Ministério do Turismo e da Agência discutiram o reforço da oferta de projetos privados do setor turístico em ações de promoção internacional

Ampliar a exposição conjunta de oportunidades no turismo nacional a investidores estrangeiros. Este foi o tema do encontro realizado nesta quarta-feira (25), em Brasília, entre o secretário nacional de Estruturação do Turismo do Ministério do Turismo, José Antônio Parente, e o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações (Apex), Roberto Jaguaribe.

O encontro abordou medidas como a formatação de projetos com maior potencial de atrair investimentos, especialmente nos setores de hotelaria de luxo e parques temáticos. Parente lembrou que um acordo entre o MTur e a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) permitirá um melhor aproveitamento de áreas propícias ao turismo e, consequentemente, a busca por aportes externos.

“Estamos finalizando um acordo com a SPU em que poderemos disponibilizar áreas de litoral, por exemplo, para resorts. Onde houver interesse e nós identificarmos como ação prioritária, a SPU vai efetuar a transferência do espaço ao MTur. O mais importante da parceria com a Apex é usar a inteligência de mercado para trazer resultados concretos”, apontou o secretário.

José Antônio Parente acrescentou que o MTur apoia mudanças na tributação de parques temáticos, com o intuito de facilitar a importação de equipamentos e estimular o ramo. O presidente da Apex defendeu empenho pela crescente inclusão do turismo na agenda do comércio exterior. “O turismo merece atenção particular nesse momento em que a demanda por investimentos é mais elevada”, justificou.

Ligada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), a Apex atua para promover produtos e serviços nacionais e captar recursos externos a setores estratégicos. O rol de ações empreendidas inclui a organização de missões prospectivas, rodadas de negócios e o apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras mundiais.

Também participaram da reunião desta quarta-feira o coordenador-geral de Atração de Investimentos do MTur, Rodrigo Marques; o chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Estruturação do Turismo do MTur, Paulo Roberto André; a diretora de Negócios da Apex, Márcia Nejain, e a gerente de Investimentos da Agência, Maria Luisa Cravo.

ACORDO – Uma portaria interministerial publicada em maio deste ano definiu o repasse de áreas de domínio da União com potencial para exploração turística e sob responsabilidade do Ministério do Planejamento ao MTur. Conforme o texto, caberá ao Turismo fundamentar a viabilidade dos espaços, além de formalizar contratos de cessão, locação ou arrendamento.

Já o Planejamento, representado pela SPU, será responsável pela homologação dos locais. O MTur deverá, ainda, apoiar a sustentabilidade das áreas envolvidas, conforme o Plano Nacional de Turismo e o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro. A iniciativa integra o Plano Brasil + Turismo, um pacote de medidas do governo federal voltado ao desenvolvimento do setor.

Ascom MTur