De 12 a 21 de setembro, a capital paraibana sediará a primeira edição da Mostra Internacional de Teatro (MIT) – João Pessoa Encena. O evento contará com mais de 30 apresentações teatrais, sendo 10 da Paraíba e 16 de outros estados, uma musical, além de quatro atrações internacionais vindas da Argentina, Chile e Espanha. A programação foi anunciada em entrevista coletiva na sede da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) na manhã desta quarta-feira (13).

Com patrocínio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e da Caixa Econômica Federal, a mostra é realizada pelo Instituto Artemanha de Artes e tem correalização da Dupla Face Companhia de Teatro. O objetivo de um evento desta magnitude é possibilitar o acesso de toda a população ao que de melhor está sendo produzido nos palcos brasileiros.

La-Vida-es-sueño-5

“A MIT pretende lançar a pedra fundamental de eventos do mesmo gênero na cidade, inaugurando no calendário uma programação cultural de qualidade e que atinja vários públicos”, ressaltou o diretor-executivo da Funjope, Maurício Burity.

O evento será realizado em diferentes pontos da cidade, como praças e teatros, na Universidade Federal da Paraíba e em espaços alternativos. A programação é 100% gratuita e durante os dez dias de evento o público poderá assistir a espetáculos e participar de oficinas, palestras e debates.

Luciano Santiago, curador e coordenador geral da MIT, ressalta a importância do caráter de integração social e cultural do evento. “Os três eixos básicos em que nos fundamentamos para a sua criação foi, primeiramente, possibilitar o acesso pleno da população ao teatro, intercambiar formas de conhecimento entre os vários grupos que por aqui vão circular e inserir João Pessoa em definitivo no mapa dos grandes eventos artísticos das mostras internacionais”, resume.

Durante a coletiva, foi lançado o site do evento (www.mitpb.com.br), com informações sobre convidados, sinopses dos espetáculos e a programação. A mostra é uma das mais representativas do segmento teatral até então realizada na Capital paraibana.

Espetáculos – Entre os grupos que participarão da primeira edição da Mostra Internacional de Teatro estão os internacionais The Bag Lady Theater (Espanha/Polônia), com o espetáculo “Bag Lady”; a Compañía de Titiriteros de la Universidad Nacional de San Martín (Argentina), com “La Vida Es Sueño”; a La Compañía La Mona Ilustre (Chile), com os espetáculos “Los Peces no Vuelan” e “Juan Salvador Tramoya” e a Cia de Teatro Circo y Patos Mojados (Argentina), com a peça “PatoLogias”.

Entre as atrações brasileiras há representantes de várias regiões. Entre eles estão Morpheus Teatro (SP), com “O Princípio do Espanto”; a Cia Mundú Rodá (SP), com “Donzela Guerreira”; a Cia Domínio Público (SP), com “Posso Dançar pra Você?”; a Cia do Abração (PR), com “O Olhar de Neuza”; os Las Cabaças (PA), com “Semibreve”; e a Dupla de Palhaças Emily e Manela (SP), com “Espetáculo pelo Cano”.

O evento também terá a presença da Cia Teatral Oops!… (GO), com “Desamor”; o Território Sirius Teatro (BA), com “Seu Bomfim”; a Estação de Teatro (RN), com “Guerras, formigas e palhaços”; a Cia 2 em Cena de Teatro; Circo e Dança (PE), com “Salada Mista”; a Nós de Teatro (CE), com “Sertão.Doc”; a Épica Cia de Criação (PI), com “Secante”; a Invisível Cia de Teatro (AL), com “Voo ao solo”; a Grupo de Teatro Carmim (RN), com “Jacy”; e a Facetas, Mutretas e Outras História (RN), com “O Bizarro Sonho de Steven”.

ColetivadeLamçamentoIMostraInternacionaldeTeatro_FotoGilbertoFimino-29

Espetáculos paraibanos – A Paraíba está bem representada na MIT com a participação dos seguintes grupos: Bigorna, com “Esparrela”; Sertão de Teatro, com “Flor de Macambira”; Os fodidários e o espetáculo “Quincas”; Cia Sírius de Teatro, com “Efemérico”; a Agitada Gang trupe de atores e palhaços da Paraíba com a peça “Como nasce um cabra da peste”; o Grupo Teatral Lavoura e o espetáculo “Diário de um louco”; Quem Tem Boca É Pra Gritar, com “Cancão, Malazarte e Trupizup”; Cia Oxênte e a peça “Anáguas”; a Cia de Teatro de Bonecos Boca de Cena, com “O Boi Encantado – um mergulho no maravilhoso mundo do folclore brasileiro”, e Bufões de Olavo, com “Clown Bar”.

Debates e oficinas – Ao longo da Mostra João Pessoa Encena serão realizadas quatro mesas de diálogos. Os temas propostos são “Processos…”, “Políticas Públicas para Cultura – Fomentos”, “Cooperativas e Movimentos Artísticos” e “Mostras e Caminhos”. Entre os palestrantes e debatedores estão nomes como Antônio Rogério Toscano, Daniel Araújo, Dorberto Carvalho, Kil Abreu, Luciano Santiago, Maria do Rosário Ramalho, Ney Piacentini e Valmir Santos.

A oficina ‘Noções sobre o Sistema de Stanilavski’ será ministrada por Ney Piacentini. A proposta é experimentar elementos extraídos da Gramática para o ator, elaborada por Constantin Stanislavski através de exercícios que possibilitem a compreensão das ações psicofísicas e da análise ativa, entre outros aspectos da terminologia stanislavskiana. Outras duas vivências teatrais serão ministradas por convidados da Argentina (Compañía de Titiriteros de la Universidad Nacional de San Martín) e do Chile (La Compañía la Mona Ilustre) .

Lançamento de livro e show – A cerimônia de abertura da MIT – João Pessoa Encena será realizada no dia 11 de setembro, começando com o lançamento do livro ‘Revelando Artemanhas’, organizado por Luciano Santiago – curador e coordenador da Mostra e integrante do Instituto Artemanha.

A programação da noite também inclui um show do grupo cearense Fulô da Aurora. Criado em 2003, o grupo vem desde então mergulhando nas tradições populares cearenses através de vivência direta com mestres da cultura em diversas regiões do estado. O resultado é uma música estreitamente ligada a tudo o que os identifica. Toda essa vivência possibilitou a construção de um repertório que revela a influência sonora ancestral e atual do Ceará.