Depois de garantir R$ 160,8 milhões para a reforma de Interlagos e a permanência da modalidade mais prestigiada do automobilismo mundial no Brasil até 2020, o Ministério do Turismo participou da premiação da etapa de São Paulo de Fórmula 1. O ministro Vinicius Lages entregou o troféu para o vencedor da prova, o alemão Nico Rosberg, da Mercedes. O pódio foi completado pelo britânico Lewis Hamilton, companheiro de Rosberg na Mercedes, e pelo o brasileiro Felipe Massa, da Williams.

De acordo com dados da SPTuris, a F1 atraiu 150 mil turistas para a capital paulista. “Temos a missão de desenvolver o turismo no Brasil – e eventos como este são fundamentais para atingirmos os nossos objetivos”, disse Vinicius Lages. O ministro destacou a competência do Brasil em organizar eventos de perfis distintos, desde a Copa do Mundo até a Jornada Mundial da Juventude, que atraiu o papa Francisco para o Brasil, ou a Rio + 20, com diversos chefes de estado no Rio de Janeiro.

“Estamos nos especializando em oferecer uma experiência memorável para os participantes dos nossos eventos, um público exigente, com alto poder aquisitivo e extremamente qualificado que, se cativado, tende a voltar, movimentando ainda mais a economia local”, afirmou Vinicius Lages. Em 2013, o GP Brasil de Fórmula 1 ganhou o título de etapa mais bem organizada de todo o campeonato numa votação dos pilotos e representantes da equipe. Atualmente o Brasil está na nona posição no ranking de eventos internacionais da Associação Internacional de Congressos e Convenções.

Fonte: M&E
Foto: