Entre as propostas estão a criação de um passaporte de descontos para passagens aéreas e diárias de hotéis e investimentos em sinalização de rotas e pontos turísticos

O ministro do turismo, Vinicius Lages, e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, se reuniram nesta quarta-feira (21) para alinhar uma estratégia e projetar o Brasil no exterior. A ideia é prolongar a estadia de brasileiros e estrangeiros para além do período dos jogos olímpicos – e fazê-los conhecer outros destinos do país.

No período da Copa do Mundo, mais de três milhões de brasileiros viajaram pelo país, de acordo com estudo do Ministério do Turismo. Estima-se que pelo menos um milhão de estrangeiros se deslocaram pelo Brasil e visitaram 491 destinos durante o evento. As Olimpíadas devem atrair entre 350 mil e 500 mil visitantes internacionais.

“Os jogos olímpicos são uma grande oportunidade para o país. Vamos atuar de forma integrada para garantir a oportunidade de o público estar bem informado e conhecer a diversidade de nosso país ”, disse Lages. Para Eduardo Paes, o trabalho deve ser planejado e começar o mais rápido possível. “Temos que incrementar o turismo, mostrar que o Rio e o Brasil têm capacidade de gerar negócio”, disse Paes.

Durante a reunião, ministro e prefeito pactuaram as principais demandas do setor e as melhorias que vão garantir a boa experiência do turista. Uma das propostas é ampliar a sinalização de rotas e pontos turísticos, para que os visitantes tenham mais informações a respeito dos destinos visitados.

Outra proposta é criar o chamado “Brasil Pass”, uma espécie de “passaporte” que dá ao turista a possibilidade de visitar outros destinos com a garantia de tarifas mais baixas. Desta forma, o visitante que for ao Rio assistir aos jogos poderá visitar outro estado na sequência e ganhar descontos na passagem aérea ou na hospedagem em seu próximo destino.

A possibilidade da criação de um passaporte olímpico, como aconteceu durante a Copa do Mundo, também foi tratada durante o encontro. A proposta, que será submetida para avaliação do Ministério de Relações Exteriores, é facilitar a entrada de estrangeiros para que mais turistas visitem o Brasil.

Fonte: Ascom MTur
Foto: Reprodução