Mais forte do Atlântico, furacão Irma devasta ilhas no Caribe

0
192
Imagens mostram destruição na ilha de St. Maarten, no Caribe / Divulgação

Leonardo Ramos

O furacão Irma, classificado com categoria 5 e considerado o mais forte já visto no Atlântico, acaba de chegar no Caribe. A primeira ilha a ser atingida foi Barbuda, na manhã desta quarta (6), onde o governo local cortou a energia e solicitou que todos os moradores procurassem abrigo para se proteger da tempestade.

Segundo o Travel Weekly, um comunicado oficial foi emitido na ilha alertando a chegada do furacão, com uma mensagem final: “Que Deus proteja a todos”. De acordo com o Centro Nacional de Furacão dos EUA, localizado em Miami, já foram registrados ventos de cerca de 300 quilômetros por hora.

No caminho do Irma e com previsão de serem atingidas em breve estão ainda Porto Rico, República Dominicana, Haiti e Cuba, com grandes chances de chegar à Flórida no final de semana.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já declarou estado de emergência na Flórida, em Porto Rico e nas Ilhas Virgens Americanas; já as autoridades em Bahamas emitiram um comunicado afirmando que evacuariam os residentes de seis ilhas no extremo sul do país.

“O perigo proveniente deste fenômeno é maior que tudo que já vimos antes”, afirmou o governador de Porto Rico, Ricardo Rossello; o local deve ser atingido ainda nesta quarta. “Muitas estruturas não devem suportar este tipo de força”.

A Ilha Barbuda, no olho do furacão - Imagem: Divulgação
A Ilha Barbuda, no olho do furacão – Imagem: Divulgação

CRUZEIROS E AVIAÇÃO COM PROBLEMAS
Após provocar o cancelamento de uma série de voos na região, o Irma ameaça agora as rotas de cruzeiros que passam pelo mar do Caribe, sendo que algumas já tiveram seus itinerários alterados para evitar entrar na tempestade. A tendência, segundo o site norte-americano Travel Weekly, é que cruzeiros que passam pelo leste do Caribe tenham suas rotas alteradas para a parte ocidental, evitando assim as áreas mais atingidas.

O Allure of the Seas, da Royal Caribbean, é um dos que já tiveram a rota alterada: ao invés de passar por Nassau, San Juan e St Maarten, como programado, o cruzeiro seguirá para Cozumel, Falmouth e Labadee, locais que devem ser menos atingidos pelos ventos e chuvas provocados pela tempestade. A operadora de cruzeiros disse que está monitorando ainda meia dúzia de outros cruzeiros programados, mas por enquanto sem outras alterações.

Os navios Divina, da MSC, e Glory, Magic e Splendor, todos da Carnival, são outros que devem trocar suas rotas do Caribe oriental para o ocidental.

Já a Norwegian Cruise Line afirmou que a viagem Norwegian Escape, que partiu de Miami no sábado (2), será reduzida de sete para cinco dias, para que o navio retorne a cidade da Flórida antes da chegada do Irma aos EUA. O Norwegian Sky, que partiu nesta segunda (4) para Cuba, também teve seu tempo reduzido, de quatro para três dias de duração. A próxima partida de ambos os navios, previstas para os dias 8 e 9, respectivamente, foram canceladas por causa do furacão, e a companhia de cruzeiros já anunciou que todos os hóspedes receberão um reembolso pelos dias perdidos de suas viagens, juntamente com um crédito de 25% para futuras rotas em seus navios.

VÍDEOS MOSTRAM DESTRUIÇÃO
Uma série de vídeos postados no youtube nesta quarta já retratam o choque do Irma em regiões do Caribe; uma das ilhas atingidas é St. Maarten, com ventos e chuva fortíssimos derrubando grades, árvores e outras estruturas.

Veja no vídeo

                                                                                                     Fonte: Travel Weekly

                                                                         conteúdo original: http://bit.ly/2vL1QgW