Maior São João do Mundo tem eventos paralelos que preservam tradições e identidade social do nosso povo

0
73
Cavalgada inovação - Imagem: Divulgação

Repetindo e aprimorando que ocorre todos os anos, paralelo aos festejos do Maior São João do Mundo, em Campina Grande durante todo o período junino vem se desenvolvendo uma ampla   programação com eventos que preservam as mais genuínas tradições e costumes da terra.

Esses eventos, como a cavalgada, por exemplo, costumes que passam de geração a geração e avivá-los, como fez a Prefeitura de Campina Grande, representa o compromisso de faze-los presentes para garantir viva manutenção a identidade social da população.

Neste aspecto, o calendário inclui alguns eventos de iniciativa privada, mas uma boa parte deles tem origem no próprio poder municipal, através da Sejej, que este ano se organizou para coordenar, alguns deles, como: Corrida dos Namorados, Corrida da Fogueira, Caminhada da Lua, Carroceata, Quadrilhão, Passeio Ciclístico, Pau de Sebo, Corrida do Jegue, dentre outros

Calvagada – Um grande destaque dentro desta programação  é a Cavalgada Junina que neste ano sairá às ruas de Campina Grande no próximo sábado, (17) de junho, reunindo cavaleiros e amazonas que já confirmaram encontro para às 8h na Estação Velha. A comitiva iniciará a Cavalgada Junina pelas ruas centrais de Campina Grande. Em seguida, a tropa seguirá para o Parque de Exposições de Animais, localizado no bairro do Ligeiro.

Além da atenção e da curiosidade do público, a Cavalgada Junina reuniu, no ano passado, um número expressivo de mulheres e homens que apreciam a montaria. Foram aproximadamente cem amazonas e cavaleiros, número superior à participação de 2015, que somou sessenta participantes. Para este ano, os organizadores mantêm a expectativa de êxito nesse evento

A Cavalgada Junina, com inspiração nos Tropeiros da Borborema, se afirma como um dos eventos de grande apelo cultural, dentro da programação do Maior São João do Mundo. A marcha, ritmada do cavalo Mangalarga Marchador, faz uma toada harmoniosa com os sons da sanfona, do triângulo e da zabumba, como se fosse um quarto e inusitado instrumento, na formação do forró genuíno.